0

Em jogo de 12 gols, Arsenal consegue virada incrível na Copa da Liga inglesa

30 out 2012
21h19
  • separator

Em partida espetacular que teve nada menos de 12 gols marcados, o Arsenal garantiu sua classificação para as quartas de final da Copa da Liga inglesa, nesta terça-feira, ao derrotar o Reading por 7 a 5 na prorrogação, após estar perdendo por 4 a 0 no primeiro tempo.

Como costuma fazer em partidas de copas nacionais, o técnico do clube londrino, o francês Arsène Wenger resolveu poupar seus principais jogadores e não escalou nenhum dos onze titulares do jogo do último sábado, quando venceu o Queens Park Rangers por 1 a 0.

Em Reading, o time B dos 'Gunners' viveu um verdadeiro pesadelo na primeira etapa. Com erros defensivos gritantes, sofreu quatro gols em 36 minutos, marcados por Roberts (1-0, 12), Koscielny (2-0, contra, 18), Leigertwood (3-0, 20) e Hunt (4-0, 36).

Quando o atacante Theo Walcott diminuiu logo antes do intervalo, poucos achavam que este gol iria dar início a uma incrível virada.

No segundo tempo, Wenger colocou em campo seu compatriota Olivier Giroud, que fez o segundo gol dos visitantes aos 19.

Vencendo por 4 a 2 a dois minutos do fim do tempo normal, os torcedores do Reading pensavam que finalmente conseguiriam a primeira vitória da sua história sobre o Arsenal. No entanto, Koscielny se redimiu do gol contra que fez no primeiro tempo e fez o terceiro dos 'Gunners' aos 44.

O time londrino precisava apenas de um gol para levar o jogo para a prorrogação e Walcott desperdiçou uma grande chance três minutos depois. O gol de empate acabou sendo marcado pelo jovem zagueiro Carl Jenkinson no quinto minuto dos acréscimos, quando o árbitro tinha dado apenas quatro minutos.

A prorrogação foi tão movimentada quanto o resto do jogo, com outros cinco gols marcados. O marroquino Marouane Chamakh, que não balançava as redes há mais de um ano, fez 5 a 4 para os 'Gunners' aos 3, mas o russo Pogrebniak deixou tudo igual novamente no primeiro minuto do segundo tempo.

O Arsenal acabou conseguindo a vitória com dois gols marcados nos acréscimos por Chamakh e Walcott, que puseram um ponto final a uma partida incrível que ficará por muito tempo na memória dos torcedores ingleses.

A rodada foi marcada por duas zebras, com as eliminações do Sunderland e do Wigan, ambos clubes da elite, por times de divisões inferiores.

O Sunderland perdeu por 1 a 0 para o Middlesbrough, da segundona, enquanto o Wigan foi vítima do Bradford, da quarta divisão, que obteve a classificação nos pênaltis após o empate sem gols.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade