0

Em vantagem na Libertadores, Olimpia duela com Santa Fé e altitude de Bogotá

8 jul 2013
18h55

O paraguaio Olimpia enfrentará nesta terça-feira o Santa Fé, na altitude de 2.650 metros de Bogotá, na Colômbia, com uma boa vantagem para o jogo de volta da semifinal da Taça Libertadores, que ainda conta com Atlético Mineiro e Newell's Old Boys, que definem o segundo classificado no dia seguinte.

O Decano como é conhecido o time de Assunção, venceu por 2 a 0 no confronto de ida, e agora encara o time colombiano, que disputa uma semifinal da competição pela segunda vez em sua história - a primeira foi em 1961, quando perdeu para o Palmeiras.

Já o clube paraguaio tenta sua sexta decisão de Libertadores, que o credencia para conquistar o quarto título continental. A última vez que o Olimpia levantou o troféu da Libertadores foi em 2002, batendo na decisão o São Caetano.

O clima na equipe é de tranquilidade devido ao resultado do primeiro jogo. O técnico Éver Hugo Almeida tem apenas um problema, devido a expulsão do meia Juan Manuel Salgueiro no duelo da capital paraguaia. Alejandro Silva deve ganhar vaga no time titular.

O atacante Juan Carlos Ferreyra, por sua vez, deverá ser confirmado na equipe inicial, após se recuperar de uma lesão.

O curioso é que o Olimpia não deverá fazer o reconhecimento do gramado no estádio El Campín, já que tal atividade não consta na programação do clube.

Do outro lado, o Independiente Santa Fé tentará reverter a vantagem do Olimpia. Para isso, o principal objetivo da equipe é não sofrer gols. Caso o rival marque uma vez fora de casa, por exemplo, o time anfitrião precisará de quatro gols para avançar.

O finalista do Campeonato Colombiano deposita suas esperanças no setor ofensivo, principalmente com a dupla formada por Wilder Medina e Jefferson Cuero, principais destaques da campanha na Libertadores.

O técnico do clube colombiano, Wilson Gutierrez, terá o desfalque de Gerardo Bedoya, expulso no jogo de ida em Assunção.

Mesmo com o placar adverso e a importante baixa, o comandante do Santa Fé acredita na classificação ao fim dos 180 minutos do confronto. "Não será um jogo fácil. O Olimpia é uma equipe que respeita seu estilo. Nós temos que mostrar nosso melhor e buscar um gol logo no início", disse Gutiérrez.

O vencedor da partida enfrentará na grande decisão o ganhador do confronto entre Atlético Mineiro e Newell's Old Boys. Na ida, os argentinos venceram o Galo por 2 a 0, em Rosário, na Argentina.

Prováveis escalações:.

Santa Fé: Vargas; Anchico, Valdés, Meza e García; Roa, Torres, Valencia e Pérez; Cuero e Medina. Técnico: Wilson Gutiérrez.

Olimpia: Martin Silva; Manzur, Miranda, Candia; Benítez, Alejandro Silva, Pittoni, Aranda e Giménez; Ferreyra e Bareiro. Técnico: Éver Hugo Almeida.

Árbitro: Martín Vázquez (Uruguai), auxiliado por seus compatriotas Mauricio Espinosa e Nicolas Taran.

Estádio: El Campín, em Bogotá (Colômbia).

EFE   
publicidade