2 eventos ao vivo

Especialista, Fluminense tenta realizar nova arrancada no Brasileirão

23 out 2014
18h59
atualizado às 19h17
  • separator

Nas últimas temporadas, o Fluminense se acostumou à condição de protagonista do futebol brasileiro. E algo bastante comum no time das Laranjeiras tem sido a vocação para grandes arrancadas. Após a vitória nesta quarta-feira, por 1 a 0, sobre o Santos, na Vila Belmiro, o time se viu a três pontos apenas do G4. Com isso, ensaia uma nova corrida final rumo à classificação para a Libertadores. O LANCE!Net então decidiu lembrar as arrancadas recentes da equipe carioca e mostra ao torcedor por que ele pode acreditar.

RENÉ SIMÕES E O MASTERMIND

René Simões comandou recuperação do Flu no Campeonato Brasileiro de 2008 (Foto: Alex Carvalho/Photocamera)

Em 2008, o Fluminense abdicou do Campeonato Brasileiro em sua fase inicial devido à luta pela Libertadores. Eliminado na competição sul-americana, o time carioca abriu os olhos e se viu numa situação bastante difícil na competição nacional. Sem conseguir melhorar o desempenho, o Tricolor apostou em Cuca, mas foi René Simões que chegou com um discurso filosófico e providenciou a arrancada para o fim de ano tranquilo. René pregou o equilíbrio da mente e do corpo, mas não durou muito tempo no ano seguinte.

O MILAGRE DE 2009

Com gol de Marquinhou, Fluminense conseguiu escapar de um rebaixamento quase certo (Foto: Divulgação)

Foi uma temporada muito difícil para o Fluminense. O time se afundou no Brasileirão e depois de falhar com René e tentar Renato Gaúcho novamente, apostou em Cuca na tentativa de realizar um milagre. A poucos jogos do fim, o time tinha apenas 2% de chances de se livrar da degola. Mas com a intervenção de Ricardo Tenório e Mário Bittencourt na diretoria, Cuca teve o respaldo para barrar alguns atletas que não vinham jogando bem como Luiz Alberto, e com um retorno espetacular de Fred após lesão, conseguiu uma façanha que entrou para a história do futebol mundial. Não à toa, o time tricolor ficou conhecido pelo apelido de guerreiros.

CAMPEÃO EM 2010

Conca foi o grande destaque do Fluminense na campanha do título de 2010 (Foto: Cleber Mendes)

Cuca saiu para a chegada de Muricy Ramalho. A arrancada, desta vez, aconteceu no início do campeonato. Praticamente imbatível no Maracanã, o Flu de Muricy investiu bastante e fez ótimas partidas tanto dentro, quanto fora de casa. No returno, o time sofreu com o fechamento do estádio e não rendeu o mesmo no Engenhão. Chegou a enfrentar irregularidade, mas no fim, voltou a vencer de forma consistente e assegurou a conquista.

VAGA NA LIBERTADORES EM 2011

O primeiro turno do Campeonato Brasileiro foi muito ruim. O Fluminense virou na zona de rebaixamento, mas aceitou esperar Abel Braga para assumir o time no meio da temporada. O treinador chegou e justificou a esperança. Além dele, foram contratados Rafael Sobis e Lanzini. Com a saída de Conca, Lanzini ainda conseguiu dar certa dinâmica ao time, Sobis entrou bem e Fred arrebentou no segundo turno. O Flu teve a melhor campanha no segundo turno e conseguiu uma classificação heróica para a Libertadores. Mas a rodadas do fim, ainda brigava pelo título.

TETRA EM 2012

Fred foi artilheiro e comandou o Fluminense rumo ao título nacional de 2012 (Foto: LANCEPRESS!)

Tricolor brigou no alto o campeonato inteiro com o Atlético Mineiro, mas disparou no fim e conseguiu o título por atencipação após vencer o Palmeiras, em Presidente Prudente. Fred foi artilheiro de uma conquista irretocável.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade