0

Vitória perde clássico em casa, mas garante tetra do Baiano

2 mai 2010
19h17
atualizado às 21h28
  • separator
  •  
  • comentários

Pelo quarto ano consecutivo, o Campeonato Baiano termina com festa rubro-negra. Neste domingo, jogando no Estádio do Barradão, o Vitória foi derrotado pelo Bahia por 2 a 1, mas garantiu o troféu da edição de 2010 do Estadual. No primeiro confronto entre times pelas finais, o Vitória - que jogava por dois empates - havia vencido por 1 a 0.

A conquista é a 26ª do Vitória, que ainda tem ampla desvantagem no número de títulos estaduais em relação ao rival - ao todo, o Bahia foi campeão baiano em 43 ocasiões. No entanto, os rubro-negros seguem liderando com folga o retrospecto recente: desde 1995, foram 12 troféus, contando o dividido de 1999 e o Supercampeonato Baiano de 2002. O Bahia foi campeão três vezes.

O Ba-Vi deste domingo começou com boas oportunidades, com destaque às duas chances criadas pelo experiente Rodrigo Gral para o Bahia nos primeiros minutos. No entanto, quem saiu na frente foi o Vitória, que fez 1 a 0 aos 19min do primeiro tempo: Elkeson aproveitou a sobra de bola na entrada da área e chutou com força, sem chances para o goleiro Fernando.

O Bahia sentiu o golpe, passou a criar pouco e demorou a reagir - o que só conseguiu no começo do segundo tempo, quando Rodrigo Gral empatou e apimentou a decisão. Aos 2min, o atacante aproveitou o rebote dado pelo goleiro Viáfara e mandou para as redes. De quebra, aos 9min, Mendes levantou falta na área e acertou a trave, assustando a torcida rubro-negra e quase conseguindo a virada do Bahia.

Acuados, os donos da casa passaram a se concentrar na defesa. Aos 24min, Vanderson cometeu falta forte em Ananias, foi expulso e deixou o Vitória com dez em campo. Precisando marcar mais dois gols, o Bahia partiu para o abafa, colocando o atacante Lima no lugar do experiente zagueiro Nem.

A mudança demorou a surtir efeito. Mesmo com a pressão, o Bahia só conseguiu fazer seu segundo gol aos 46min, justamente em novo rebote de Viáfara que Lima aproveitou. Mas era tarde: o Vitória, que venceu a primeira final no Estádio do Pituaçu, garantiu o tetracampeonato e manteve o jejum do Bahia, que não conquista o Estadual desde 2001.

FICHA TÉCNICA

Vitória 1 x 2 Bahia

Gols
Vitória: Elkeson, aos 19min do primeiro tempo
Bahia: Rodrigo Gral, aos 30min, e Lima, aos 46min do segundo tempo

Esquema Tático do Vitória
4-4-2
Viáfara; Nino Paraíba, Wallace, Reniê e Egídio; Vanderson, Uelliton, Bida e Ramon (Renato); Elkeson (Neto Coruja) e Júnior (Vilson). Técnico: Ricardo Silva

Esquema Tático do Bahia
4-4-2
Fernando; Apodi (Carlos Alberto), Nem (Lima), Alison e Ávine; Leandro (Edilson), Marcone, Rogerinho e Ananias; Rodrigo Gral e Mendes. Técnico: Renato Gaúcho

Cartões Amarelos
Vitória: Vanderson, Uelliton e Nino Paraíba
Bahia: Mendes, Nem, Leandro, Marcone, Ananias e Ávine

Cartões Vermelhos
Vitória: Vanderson

Árbitro
Héber Roberto Lopes (PR)

Local
Estádio do Barradão, em Salvador (BA)


No Barradão, torcida do Vitória fez a festa mesmo com derrota: o título é rubro-negro
No Barradão, torcida do Vitória fez a festa mesmo com derrota: o título é rubro-negro
Foto: Eduardo Martins/A Tarde / Futura Press
Terra

compartilhe

publicidade
publicidade