0

Adriano registra 87 pontos em carteira de habilitação

18 mar 2010
08h35
atualizado às 08h58
Mahomed Saigg

O atacante Adriano vem tendo problemas com multas de trânsito. Carros em nome do jogador foram flagrados cometendo 19 infrações nos últimos 11 meses. Ele já acumula 87 pontos em seu prontuário no Detran-RJ.

Desse total, 49 não podem mais ser perdoados, pois já se esgotaram todas as possibilidades de defesa. O número é mais que o dobro do limite estabelecido pelo Código de Trânsito Brasileiro, que prevê a suspensão do direito de dirigir para os motoristas que acumularem mais de 20 pontos.

Documentos a que o jornal O DIA teve acesso com exclusividade mostram que a maioria das multas - 13 no total - foi por excesso de velocidade. As outras foram por avanço de sinal vermelho (três), estacionar em local proibido, dirigir falando ao celular e transitar em local proibido. Mas, em nenhuma das infrações registradas Adriano estava pilotando a moto Hornet 600 vermelha, que é objeto de investigação na Delegacia de Roubos e Furtos.

Ele tampouco estava a bordo do Honda Fit que deu de presente para a namorada Joana Machado. Todas as multas foram cometidas com alguns dos carros de luxo que o atacante coleciona. São eles: Range Rover Vogue, avaliada em R$ 259.034, Audi Q7 que custa R$ 238.917, Audi TT (R$ 158.865), Citroën Picasso (R$ 59.681), Audi A6 (R$ 168.656) e BMW X6 (R$ 331.458).

Ao contrário de motoristas que possuem carros em seu nome, Adriano costuma recorrer quando recebe multa que considera injusta. Tanto que conseguiu se livrar de duas registradas em seu nome, em São Paulo. As multas por "transitar em locais e horários onde o trânsito for proibido", anotadas no dia 15 de abril de 2009, lhe custariam R$ 170,24 e oito pontos na carteira.

Para se livrar das demais infrações, no entanto, o jogador não conseguiu convencer os agentes de trânsito de que era inocente. E teve que assumir as dívidas e os pontos.

Das 19 multas que recebeu, Adriano já pagou 11, o que lhe custou R$ 1.255,65. As outras oito continuam em aberto. Numa delas o atleta foi flagrado dirigindo em alta velocidade na Linha Amarela, no sentido Barra da Tijuca, no Rio.

A infração foi cometida na madrugada do dia 8 de fevereiro, às 3h21. Horas antes o Flamengo havia vencido o Boavista por 2 a 1, na última rodada da Taça Guanabara. Mas Adriano não jogou. Ele foi poupado após reclamar de dores no pé esquerdo durante um treino de cobrança de faltas.

Na época a comissão técnica do Flamengo disse que a ausência do jogador seria necessária para que ele pudesse se recuperar para a partida contra o Botafogo, pela semifinal do campeonato. O time alvinegro levou a melhor e conquistou a vaga para a final contra o Vasco.

Jogador tem problemas no trânsito
Jogador tem problemas no trânsito
Foto: Reuters

Veja também:

O Dia O Dia - © Copyright Editora O Dia S.A. - Para reprodução deste conteúdo, contate a Agência O Dia.
publicidade