0

Alecsandro: saída do Inter foi "bem-vinda" e por "motivos extra-campo"

17 mar 2011
18h26
atualizado às 20h56

O atacante Alecsandro, novo reforço do Vasco, afirmou durante a apresentação oficial no clube de São Januário que sua saída do Internacional foi ligada a fatores extra-campo. Além disso, o novo centroavante vascaíno considerou ter sido escolhido como um dos culpados pela eliminação do clube gaúcho no Mundial de Clubes.

Atacante foi apresentado nesta quinta-feira, ao lado do presidente Roberto Dinamite
Atacante foi apresentado nesta quinta-feira, ao lado do presidente Roberto Dinamite
Foto: Divulgação

"Minha saída do Inter não foi técnica ou tática. Hoje o futebol envolve muita coisa. Não basta treinar, jogar bem e fazer gols. Existe muita coisa extra-campo. Minha saída de lá foi por isso. A troca de diretoria e a busca por um outro atacante fizeram com que eu conversasse com o treinador e com a direção. Assim, cheguei à conclusão de que uma saída seria bem-vinda", contou.

Segundo o jogador, ele foi um dos que recebeu a culpa pela eliminação precoce do time colorado no Mundial de Clubes da Fifa, contra o Mazembe. "Quando se perde como nós perdemos, buscam-se culpados e eu fui um dos escolhidos. Não tenho mágoa. Foi difícil, mas 'dominei no peito'. Minha culpa foi igual a de todos os outros que estavam em campo", ponderou.

Durante a apresentação, o diretor executivo do Vasco, Rodrigo Caetano, afirmou que o Vasco adquiriu 60% dos direitos econômicos do jogador, com os outros 40% divididos igualmente entre o atleta e o Inter.

"O Vasco adquiriu os direitos federativos e parte dos econômicos, com contrato de três anos. 60% dos direitos ficam com o Vasco, 20% com o Inter e mais 20% com o jogador. Muito provavelmente nas próximas horas devemos ter ele no Bira, o que o deixa apto a contar com ele na Taça Rio, que é nosso objetivo", disse.

Rodrigo Caetano confirmou ainda o envolvimento, no negócio, do débito que o Internacional ainda tinha com o Vasco pela negociação do meia Zé Roberto.

A passagem pelo Internacional durou dois anos - entre 2009 e 2011. Pela camisa do clube gaúcho, Alecsandro marcou 54 gols em 116 jogos, além de ter sido campeão estadual, em 2009, e da Copa Libertadores da América, em 2010.

Com informações da Lancepress!

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade
publicidade