0

Botafogo vence, espanta "freguesia" e leva título antecipado

18 abr 2010
17h55
atualizado às 20h20
  • separator
  • comentários

Não precisou nem da finalíssima. Campeão da Taça Guanabara, o Botafogo garantiu neste domingo a conquista do Campeonato Carioca. Em partida polêmica e truncada disputada no Maracanã, o time do técnico Joel Santana venceu o Flamengo na final da Taça Rio por 2 a 1 e pôs fim a um jejum que se estendia desde 2006, quando a equipe conquistou seu último título Estadual.

Além de voltar a erguer o troféu, o Botafogo ainda dá o troco na fama de "frequês": nas três últimas edições do Campeonato Carioca, entre 2007 e 2009, Flamengo e Botafogo disputaram as três finais do torneio, e nas três os rubro-negros levaram a melhor. Na de 2010, após conquistar o primeiro turno sobre o Vasco, o Botafogo venceu o segundo com dois gols de pênalti, marcados por Herrera e Loco Abreu.

O primeiro tempo parecia indicar um jogo violento e de pouco futebol - tanto que, em apenas 20min, foram distribuídos quatro cartões amarelos. E foi graças a uma falta que o Botafogo abriu o placar: aos 21min, após escanteio cobrado pela direita, Ronaldo Angelim puxou Fábio Ferreira dentro da área e também foi advertido. Pênalti, que Herrera bateu no meio do gol e fez.

Mas eis que o jogo continuou com excesso de faltas. Somália, Alessandro e Túlio Souza também foram amarelados, em um primeiro tempo que parecia ser de pouco futebol. Mas quando resolveu jogar, o Flamengo conseguiu pressionar o Botafogo. Na primeira boa chance que teve aos 38min, Adriano tentou desviar o cruzamento feito por Michael, mas mandou para fora.

Aos 44min, porém, o gol saiu. Depois do cruzamento na linha de fundo pela direita, Adriano subiu e cabeceou para a esquerda, onde o zagueiro David também acertou fraco de cabeça. O goleiro Jefferson conseguiu uma defesa espalhafatosa, mas Vagner Love apareceu para empurrar para o gol vazio e marcar seu 15º gol no Campeonato Carioca. Era o empate rubro-negro.

O gol não evitou que o jogo continuasse pegado após o intervalo, com farta distribuição de cartões amarelos e poucas chances de gol. Aos 12min, Renato teve a chance de recolocar os botafoguenses em vantagem, mas bateu falta para fora. Aos 27min, porém, Maldonado puxa Herrera na área e recebe seu segundo amarelo. Em novo pênalti, Loco Abreu cobra com uma cavadinha, que caprichosamente bate no travessão antes de entrar por cima do atônito Bruno.

O Flamengo ainda teve a chance de descontar aos 30min, em novo pênalti - desta vez, Fahel impediu a subida de Ronaldo Angelim dentro da área. De quebra, Herrera foi expulso por reclamação no lance e deixou os dois lados com dez homens em campo. Porém, na cobrança, Adriano botou no canto esquerdo de Jefferson, que se esticou e espalmou para fora.

O Botafogo ainda teve duas boas chances de marcar com Caio no fim. O "talismã" de Joel Santana nem precisou aproveitá-la. No fim, com muita pressão do Flamengo e uma defesa preciosa de Jefferson aos 44min, o Botafogo conseguiu se virar e garantiu o título por antecipação. Festa em General Severiano, e fim da incômoda "freguesia" diante do atual campeão brasileiro.

FICHA TÉCNICA

Flamengo 1 x 2 Botafogo

Gols
Flamengo: Vagner Love, aos 44min do primeiro tempo
Botafogo: Herrera, aos 21min do primeiro tempo, e Loco Abreu, aos 27min do segundo

Ponto Forte do Flamengo
Apesar da desvantagem no placar, o ataque do time se mostrou disposto, e passou perto de empatar nos 15 minutos finais

Ponto Forte do Botafogo
Loco Abreu: apareceu pouco no primeiro tempo, mas cobrou um pênalti impensável no segundo e decretou o título

Ponto Fraco do Flamengo
Abusou das faltas; em duas delas, cometeu pênaltis decisivos

Ponto Fraco do Botafogo
Permitiu que o Flamengo crescesse nos minutos finais, perdendo boas chances na frente e se fechando (bem) na área atrás

Personagem do jogo
Jefferson: apesar dos gols de Herrera e Loco Abreu, o Botafogo deve muito da vitória às defesas do goleiro, principalmente no pênalti de Adriano e no chute de Vagner Love aos 44min do segundo tempo

Lance polêmico
A defesa do Botafogo reclamou que a bola havia saído pela linha de fundo no cruzamento que originou o gol do Flamengo. Claramente, não saiu.

Esquema Tático do Flamengo
4-4-2
Bruno; Léo Moura, David, Angelim e Rodrigo Alvim; Toró (Vinicius Pacheco), Willians, Toró e Michael (Fierro); Adriano e Vagner Love. Técnico: Andrade

Esquema Tático do Botafogo
3-5-2
Jefferson; Fábio Ferreira, Antônio Carlos e Fahel; Alessandro, Leandro Guerreiro, Túlio Souza (Caio), Renato (Edno) e Somália; Herrera e Loco Abreu. Técnico: Joel Santana

Cartões Amarelos
Flamengo: Bruno, Toró, Maldonado, Vagner Love, Vinicius Pacheco, Rodrigo Alvim e David
Botafogo: Renato, Somália, Alessandro, Túlio Souza e Leandro Guerreiro

Cartões Vermelhos
Flamengo: Maldonado
Botafogo: Herrera

Árbitro
Gutemberg de Paula Fonseca (RJ)

Local
Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade