0

Fortaleza derruba Ceará nos pênaltis e é tetracampeão estadual

2 mai 2010
18h36
atualizado às 20h44
  • separator
  •  
  • comentários

Após um tempo normal emocionante, o Fortaleza se sagrou tetracampeão estadual ao vencer o rival Ceará nos pênaltis, por 3 a 1. A equipe tricolor havia vencido o jogo de ida da final por 1 a 0, mas a derrota por 2 a 1 na segunda partida da decisão, neste domingo, no Castelão, forçou a disputa de penalidades máximas. O goleiro Fabiano brilhou ao defender a cobrança decisiva, de Misael.

O Ceará, em busca do resultado - precisava da vitória para levar o jogo para os pênaltis, já que não há saldo de gols na final - começou com o domínio da bola, mas sem criar chances claras. Logo aos 11min, um lance polêmico: após cobrança de escanteio para a área do Fortaleza, o goleiro Fabiano defendeu cabeçada sobre a linha do gol e os jogadores da equipe alvinegra reclamaram que a bola teria entrado.

O time tricolor respondeu aos 15min. Betinho recebeu na área e bateu de pé direito, mas Diego caiu e fez ótima defesa. Dois minutos depois, o Ceará ameaçou com Preto, que bateu falta na trave de Fabiano. Os comandados do técnico Paulo César Gusmão tentavam penetrar na defesa do Fortaleza, mas sem sucesso.

Aos 34min, Fabrício e Betinho trocaram provocações após choque na área. Ambos levaram cartão amarelo e a partida ficou com o clima tenso até o final do primeiro tempo. Logo aos 2min da segunda etapa, porém, o Ceará fez o gol de que precisava: Misael soltou a bomba da intermediária e Fabiano não alcançou, para festa da torcida alvinegra.

Aos 8min, Bismarck puxou o contra-ataque para o Fortaleza e cruzou, mas Betinho cabeceou para fora. O Ceará trocava passes no ataque, procurando espaço. Aos 14min, Erick Flores bateu para o gol, a bola rebateu e sobrou para Misael, que não aproveitou a chance e perdeu a bola pra a defesa.

O Fortaleza não desistiu e chegou ao empate, resultado suficiente para o título, aos 27min. Após levantamento, a bola sobrou no meio da área e Tatu, que havia entrado no lugar de Bismarck, chegou de voleio e mandou para o fundo do gol, deixando tudo igual.

Porém, o jogo voltou a se encaminhar para a decisão por pênaltis aos 39min. Anderson levantou na área e Geraldo entrou de cabeça para balançar as redes e deixar o Ceará novamente na frente: 2 a 1, placar que se manteve até o fim do tempo normal.

Nas penalidades, Bruno de Jesus desperdiçou para o Fortaleza, mas o Ceará teve um aproveitamento péssimo: de quatro cobranças, errou três. Erick Flores e Ernandes acertaram a trave e o travessão, e Misael transformou o goleiro Fabiano no herói do título tricolor ao bater rasteiro e ver sua cobrança defendida pelo camisa 1.

FICHA TÉCNICA

Ceará 2 (1) x (3) 1 Fortaleza

Gols
Ceará: Misael, aos 2min, e Geraldo, aos 39min do 2º tempo
Fortaleza: Tatu, aos 27min do 2º tempo

Esquema Tático do Ceará
4-4-2
Diego; Diogo (Luizinho), Fabrício, Anderson e Preto (Wellington Amorim); Michel, Tyago Fernandes (Ernandes), João Marcos e Misael; Erick Flores e Geraldo. Técnico: Paulo César Gusmão

Esquema Tático do Fortaleza
4-4-2
Fabiano; Peter, Leomar, André Turatto e Guto; Gilmak, Coquinho, Paulo Isidoro e Bismarck (Tatu); Eusébio (Alex Gaiubú) e Betinho (Bruno de Jesus). Técnico: Zé Teodoro

Cartões amarelos
Ceará: Diogo, Fabrício e Diego
Fortaleza: Betinho e Coquinho

Árbitro
Wilson Seneme (SP)

Local
Estádio Castelão, Fortaleza (CE)

Público
52.766 pagantes










Fortaleza perdeu no tempo normal, mas fez 3 a 1 nos pênaltis e levou o título
Fortaleza perdeu no tempo normal, mas fez 3 a 1 nos pênaltis e levou o título
Foto: L.C. Moreira / Futura Press
Terra

compartilhe

publicidade
publicidade