0

C. Alberto se estranha com imprensa e abandona entrevista

11 abr 2011
20h08
atualizado às 22h34

Após ter ganho dispensa de uma semana para tratar de problemas particulares no Rio de Janeiro, o meia Carlos Alberto se reapresentou ao Grêmio nesta segunda-feira. Enquanto esteve ausente, notícias sobre um possível mau comportamento e uma briga com um companheiro no vestiário surgiram na imprensa. Negando as especulações, o atleta mostrou irritação e prometeu ir aos tribunais contra quem não provar tais fatos.

O clima esquentou tanto na sala de entrevista do Estádio Olímpico que a coletiva não terminou. O jogador, em determinado momento, levantou-se e deixou o local após prever discussão com um jornalista. E em todas as suas respostas, Carlos Alberto adotou um discurso de repúdio ao trabalho da imprensa.

"Explicação não tenho que dar nenhum. Todos foram bem claros, foram problemas de ordem pessoal. Não tenho que falar nada sobre isso. Tem algumas coisas que me incomodam. Todo mundo que falar besteira de mim, vai ter que provar, alguns vão ter que provar na justiça", avisou.

"Não posso conversar com você. Daqui a pouco vou perder o respeito de homem e você não vai aguentar comigo. Está tudo acabado", disparou o meia contra um jornalista.

O jogador mostrou-se atento a tudo que esteve relacionado a ele no seu período de ausência e desqualificou todo o tipo de especulação por conta de comportamento no clube tricolor. "Afirmar que no fim do jogo eu briguei com A, B e C, isso é mentira cabeluda. Todos sabem que fui para o doping aquele dia. Isso me deixa profundamente chateado. Por trás do jogador há o ser humano e uma família trás dele", esbravejou.

"Se um dia, vai chegar esse dia, eu vou contar minha história de vida. Quando eu contar, vai ter muita gente que vai se arrepender de ter feito chacota por conta da minha vida, brincando com coisas sérias. Olha que não estou desejando isso para ninguém. Só peço cuidado, porque não é fácil", desabafou o meio-campo.

Na visão do camisa 19, algumas faltas ríspidas e discussões com árbitros foram influenciadas pelo problema familiar. "Eu estava ansioso por causa desses problemas", disse.

Com informações do Lancepress .

Meia alegou viagem ao Rio de Janeiro por problemas familiares
Meia alegou viagem ao Rio de Janeiro por problemas familiares
Foto: Wesley Santos/Pressdigital / Divulgação
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade
publicidade