0

Caxias vence clássico e vai à final do segundo turno do Gaúcho

12 abr 2009
18h07
atualizado às 21h02

O maior clássico do interior gaúcho terminou com vitória do Caxias. Mesmo jogando no Alfredo Jaconi, a equipe grená se aproveitou do nervosismo do Juventude e venceu seu maior rival por 2 a 0, com gols do artilheiro Marcos Denner e do atacante Júlio Madureira.

» Veja a tabela completa do Gaúcho
» Veja as últimas do Juventude

O resultado classifica o Caxias para a final do segundo turno do Campeonato Gaúcho. O time enfrenta o Internacional, que venceu a Ulbra por 4 a 0. O jogo único é no próximo domingo, no Beira-Rio. Caso o Inter vença, o título estadual estará decidido. Isso porque o time já foi o campeão do primeiro turno.

Jogando em casa, o Juventude tomou a iniciativa nos primeiros minutos. O meio-campista Ivo controlou as ações da equipe alviverde e criou as melhores chances. Em uma delas, Ivo encontrou Walker sozinho na área, que cabeceou para fora, sem marcação.

O Caxias investiu nos contra-ataques e quase surpreendeu. O atacante Guilherme recebeu poucas bolas, mas levou perigo duas vezes ao gol de Gatti.

A segunda etapa começou fervendo. Logo aos 7min, o técnico do Juventude, Gilmar Iser, reclamou com a arbitragem e invadiu o campo, pedindo a expulsão de Guilherme. O árbitro Leonardo Gaciba expulsou não só Iser, mas também Argel, técnico do Caxias. Este, indignado, só saiu de campo depois da intervenção de policiais.

Logo depois da confusão, o Caxias se aproveitou da linha de impedimento do Juventude para fazer o gol da classificação. Aos 17min, Marielson lançou Marcos Denner que, livre de marcação, só teve o trabalho de avançar e tocar na saída de Gatti.

A situação do Juventude ficou ainda pior com a expulsão de Alex Morais. Mas o Caxias, em vez de se aproveitar, acabou perdendo um jogador logo depois. O volante Mika deu pontapé em Mineiro e deixou as duas equipes com dez em campo.

Mesmo assim, a equipe de Argel se segurou e ainda marcou o segundo, com Júlio Madureira, aos 40min, tocando por cobertura na saída de Gatti.

Veja também:

Fonte: Terra
publicidade