0

Confira 100 jogos inesquecíveis da história do Inter - 2ª parte

4 abr 2009
13h23
atualizado às 13h38

Veja os jogos inesquécíveis de 1978 a 2009 (em ordem cronológica):

Atacante Fernandão era o capitão do título mais importante da história do Inter
Atacante Fernandão era o capitão do título mais importante da história do Inter
Foto: Getty Images

51 Grêmio 1x2 Inter - 17/12/1978
Com meio time reserva, o Inter foi ao Olimpico desacreditado para a decisão de 1978. Acabou derrotando o rival com dois gols de Valdomiro, ganhando seu primeiro Gauchão dentro do Olímpico.

» 100 jogos inesquecíveis - 1ª parte
» Grandes colorados falam sobre os 100 anos
» Contagem regressiva dá início à festa
» Especial 100 anos: a história do Inter
» Especial 100 anos: grandes treinadores do Inter
» Especial 100 anos: os maiores esquadrões do Inter
» Especial 100 anos: os 11 maiores jogadores
» vc repórter: Presenciou comemoração
do centenário do Inter? Mande foto

» Comente a história do Inter

52 Palmeiras 2x3 Inter - 13/12/1979
Falcão teve nesta partida a melhor atuação de sua carreira - o que não é pouco. Jogando no Morumbi, o craque dominou o meio-campo, fez dois gols e abriu o caminho para o inédito tricampeonato brasileiro invicto.

53 Vasco 0x2 Inter - 20/12/1979
Falcão e Valdomiro não puderam jogar nesta partida de ida da decisão de 79, no Maracanã. Em seus lugares, entraram Valdir Lima e Chico Spina: o segundo fez os dois gols da noite, praticamente definindo o título.

54 Inter 2x1 Vasco - 23/12/1979
A coroação de uma década inesquecível para os colorados veio com a vitória na grande final, no Beira-Rio. Jair e Falcão fizeram os gols que fecharam o tri invicto: foram 16 vitórias e sete empates em 23 jogos.

55 Nacional 1x0 Inter - 6/8/1980
O jogo de ida da final da Libertadores, em Porto Alegre, foi um frustrante 0x0. Nesta partida de volta, em Montevidéu, o único gol do atacante Victorino adiou o sonho colorado de ser campeão da América.

56 Grêmio 1x1 Inter - 29/11/1981
Um empate daria o título gaúcho ao Inter: foi o que ocorreu, com o Colorado largando na frente após um gol sensacional do ponteiro Silvinho, encobrindo o goleiro Leão. Mais uma vez, o Inter era campeão no Olímpico.

57 Inter 2x1 Manchester City - 25/8/1982
Disputando o Troféu Joan Gamper, o Inter já havia despachado os anfitriões do Barcelona, com Maradona e tudo. Na decisão, derrotou o Manchester City e tornou-se o único time latino-americano a vencer o torneio.

58 Inter 3x1 Grêmio - 7/11/1982
O veterano Geraldão era o ídolo da massa colorada em 1982. Neste Gre-Nal válido pela fase final do Campeonato Gaúcho, ele fez os três gols do Inter. O goleiro Benítez ainda pegou um pênalti de Bonamigo.

59 Grêmio 0x2 Inter - 28/11/1982
O jogo que definiu o bicampeonato gaúcho para o Inter teve mais um show do centroavante Geraldão, que fez os dois gols e chegou à artilharia da competição. Pelo segundo ano consecutivo, o título vinha no Olímpico.

60 Inter 2x0 São Borja - 23/11/1983
Com gols de Geraldão e do ponteiro Silvio, o Inter chegou ao tricampeonato gaúcho dentro do Beira-Rio contra o São Borja. Era o prêmio de consolação para um time que veria o rival conquistar o Mundial dias depois.

61 Inter 2x1 Irlanda - 5/6/1984
O Inter enfrentou as seleções do Japão e da Irlanda e a equipe francesa do Toulouse pela Copa Kirin, no Japão. Na final, com gols de Milton Cruz e Ruben Paz, o Colorado venceu os irlandeses e venceu o torneio.

62 Inter 2x0 Grêmio - 25/11/1984
Com esta vitória no Gre-Nal, o Inter se encaminhou fortemente para ganhar o tetracampeonato gaúcho. Kita e Mauro Galvão (de voleio) marcaram os gols sobre os campeões do mundo.

63 Inter 0x1 Brasil de Pelotas - 9/12/1984
Mesmo perdendo para o Brasil no Beira-Rio, o Inter foi ajudado pela derrota do Grêmio para o Novo Hamburgo e levou seu 29o campeonato estadual. Seria o último antes de uma longa hegemonia gremista nos anos 80 e 90.

64 Cruzeiro 0x1 Inter - 2/12/1987
Em uma partida nervosa disputada no Mineirão, o Inter de Ênio Andrade derrotou o Cruzeiro na prorrogação (gol de Amarildo) e garantiu a vaga na final da Copa União contra o Flamengo de Zico. O Inter seria vice.

65 Inter 2x1 Grêmio - 12/2/1989
O "Gre-Nal do Século" é considerado por muitos colorados a maior das vitórias sobre o Grêmio. Com 10, o Inter de Nílson levou o Beira-Rio à comoção ao virar o jogo, quebrando um tabu de 12 clássicos e se garantindo na final do Brasileiro.

66 Inter 0x0 Bahia - 19/2/1989
Após perder o primeiro jogo da final em Salvador, o Inter precisava derrotar o Bahia em casa para ser tetracampeão brasileiro. O Bahia de Bobô segurou o 0x0 e garantiu o título dentro de um Beira-Rio lotado e perplexo.

67 Inter 6x2 Peñarol - 5/4/1989
Após uma fraca primeira fase, esta goleada sobre o Peñarol no Beira-Rio embalou o Inter na Libertadores de 1989. O time colorado garantiria a vaga nas quartas-de-final com uma vitória de 2x1 em Montevidéu.

68 Olímpia 0x1 Inter - 10/5/1989
Vencer fora de casa no primeiro jogo de uma semifinal de Libertadores é muito bom. Quando o gol da vitória é de bicicleta, então, a euforia é inevitável. Foi o que ocorreu com o Inter em 1989: o gol foi de Luís Fernando.

69 Inter (3) 2x3 (5) Olímpia - 17/5/1989
Considerado o "Maracanazo" do Beira-Rio. Por duas vezes, o Inter esteve com o placar a seu favor para garantir a vaga na final da Libertadores. Perdeu o jogo no tempo normal e nos pênaltis. Quem foi ao estádio não esquece.

70 Corinthians 0x3 Inter - 18/11/1990
Jogando no Pacaembu, o Inter de Ênio Andrade derrotou com autoridade o futuro campeão brasileiro, afastando definitivamente o risco de rebaixamento. Luís Fernando, Paulinho Criciúma e Júlio marcaram.

71 Grêmio 0x1 Inter - 1/12/1991
Sem ganhar um Gauchão desde 1984, o Inter foi ao Olimpico, bateu o Grêmio com um gol de Alex e garantiu a vantagem nas finais. No fim, o Colorado se negou a ceder material para o antidoping, o que gerou uma guerra juridica.

72 Inter 0x0 Grêmio - 15/12/1991
O Inter jogava pelo empate para ganhar seu 30o campeonato gaúcho e quebrar a hegemonia do Grêmio, que já era hexacampeão. O empate veio, mas não sem confusão: Alex e Renato Gaúcho brigaram e foram expulsos.

73 Inter (3) 1x1 (0) Grêmio - 17/11/1992
O clássico Gre-Nal valia por uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil. Após empate em 1x1 no tempo normal, o Inter fez 3x0 nos pênaltis e se classificou. Marquinhos, Gérson e Célio Silva converteram suas cobranças.

74 Inter 1x0 Fluminense - 13/12/1992
Com um pênalti duvidoso marcado sobre Pinga e convertido por Célio Silva, o Inter ganhou seu único título da Copa do Brasil. Ao fim do jogo, jogadores do Fluminense tentaram agredir o juiz, enquanto os colorados faziam a festa.

75 Inter 1x0 Grêmio - 2/7/1997
Ganhar o Gaúchão em cima do Grêmio (campeão brasileiro e da Copa do Brasil) era questão de honra para o Inter. O gol do título foi do atacante Fabiano, no início do segundo tempo, mas o zagueiro Gamarra foi o dono do jogo.

76 Grêmio 2x5 Inter - 24/8/1997
O time colorado patrolou impiedosamente o arquirival em pleno Olímpico, em um clássico marcado por muitas expulsões. O atacante Fabiano entrou para a história dos Gre-Nais, infernizando a defesa tricolor e fazendo dois gols.

77 Inter 1x0 Palmeiras - 10/11/1999
Dunga, o capitão do tetra, havia voltado ao Inter para ganhar títulos. Não conseguiu, mas fez um gol histórico contra o Palmeiras, no apagar das luzes, evitando o rebaixamento iminente do Colorado.

78 Paysandu 0x2 Inter - 17/11/2002
Ameaçado pelo rebaixamento, o Inter derrotou o Paysandu em pleno Mangueirão e conseguiu se manter na elite. Os gols foram de Fernando Baiano e Mahicon Librelato, que morreria vítima de um acidente, semanas depois.

79 Grêmio 1x2 Inter - 9/2/2003
Já faziam 4 anos que o Inter não derrotava o Grêmio. O tabu caiu em um clássico nervoso, com muitas discussões e brigas em campo. O tricolor saiu na frente, mas Vinícius e Daniel Carvalho garantiram o fim da escrita.

80 Inter 2x0 Grêmio - 10/7/2004
Este poderia ser apenas mais um Gre-Nal na história, não fosse por dois fatos: nele ocorreram a estréia de Fernandão pelo Inter e o milésimo gol da história dos clássicos, marcado justamente pelo estreante da tarde.

81 Inter 2x0 Grêmio - 15/9/2004
Este foi o primeiro Gre-Nal disputado por competições internacionais (no caso, a Copa Sul-Americana). O Inter venceu facilmente: marcaram Fernandão (gol 1001 em clássicos) e Chiquinho.

82 Grêmio 2x1 Inter - 22/9/2004
Jogando pelo regulamento na Sul-Americana, o Inter saiu na frente e controlou o jogo até o final, quando cedeu a virada e quase perdeu a classificação. No fim, o Colorado avançou para enfrentar o Cruzeiro.

83 Corinthians 1x1 Inter - 20/11/2005
Um dos episódios mais polêmicos do confuso Brasileirão de 2005 foi este jogo que o Inter - brigando pelo título - poderia ter vencido, se Márcio Rezende de Freitas tivesse dado um pênalti legítimo em Tinga. O lance ainda rendeu a expulsão do meia.

84 Inter 3x2 Pumas - 22/3/2006
Jogando pela Libertadores, o time colorado levou dois gols de cara dos mexicanos do Pumas, no Beira-Rio. No segundo tempo, com uma recuperação incrível, virou o jogo e garantiu o primeiro lugar em seu grupo na competição.

85 Nacional 1x2 Inter - 27/4/2006
Esta virada marcou a campanha do Inter na Libertadores de 2006. Com uma cobrança de falta perfeita de Jorge Wagner e um golaço de Rentería, o Colorado garantiu a vantagem no jogo de volta das oitavas-de-final.

86 Inter 2x0 LDU - 19/7/2006
Tendo perdido o jogo de ida das quartas-de-final da Libertadores no Equador, a partida de volta no Beira-Rio se mostrava difícil para o Inter. O gol de Rafael Sóbis trouxe tranqüilidade à torcida; no final, Rentería garantiria a classificação.

87 Inter 2x0 Libertad - 3/8/2006
O segundo jogo da semifinal da Libertadores foi duro, com o Libertad dominando o início do segundo tempo. Os gols de Alex e Fernandão, no entanto, colocaram o Inter pela segunda vez na disputa do título de melhor das Américas.

88 São Paulo 1x2 Inter - 9/8/2006
Rafael Sóbis reinou soberano no jogo de ida da final da Libertadores de 2006. Fazendo dois gols, o atacante do Inter calou o Morumbi e deu ao Colorado a vantagem do empate na segunda partida, no Beira-Rio.

89 Inter 2x2 São Paulo - 16/8/2006
Finalmente, o sonho da América se torna realidade para os colorados. Com gols de Fernandão e Tinga em um empate emocionante até o fim, o Inter sagra-se campeão da Libertadores e garante a passagem para o Mundial.

90 Palmeiras 1x4 Inter - 26/11/2006
Pouco antes de embarcar para o Japão, o Inter humilhou o Palmeiras no Parque Antártica. O nome do jogo foi um jovem atacante de 17 anos, rápido e habilidoso, chamado Alexandre Pato. Ele marcou um dos quatro gols colorados.

91 Inter 2x1 Al Ahly - 13/12/2006
O Inter entrou nervoso na partida semifinal do Mundial de Clubes, em Tóquio. Jogando mal, o time saiu na frente, com gol de Pato, mas cedeu o empate. O gol da vitória foi de Luís Adriano, de cabeça, aproveitando um escanteio.

92 Inter 1x0 Barcelona - 17/12/2006
A consagração definitiva do Inter ocorreu em Yokohama, na final do Mundial de Clubes. O Colorado soube conter o talento de Ronaldinho e Deco e, aproveitando um contra-ataque, fez seu gol com Adriano Gabiru. O mundo, enfim, era vermelho.

93 Inter 4x0 Pachuca - 7/6/2007
Eliminado precocemente da Libertadores, a Recopa era o título que restava ao Inter disputar em 2007. Em grande noite de Alexandre Pato, o Colorado patrolou o Pachuca e garantiu a Tríplice Coroa (Libertadores, Mundial e Recopa).

94 Inter 2x1 Inter de Milão - 7/1/2008
O Colorado foi aos Emirados Árabes para sua pré-temporada e enfrentou a poderosa Inter de Milão na final da Dubai Cup. O Inter acabou derrotando o time de Júlio César, Materazzi e Ibrahimovic com um gol de bicicleta de Nilmar.

95 Inter 8x1 Juventude - 4/5/2008
O Inter entrou para a decisão do Gauchão precisando derrotar o Juventude, tido como uma pedra no sapato (ou "touca"). Fez quatro gols em cada tempo, com direito a pênalti convertido pelo goleiro Clemer. A humilhação acabou com a escrita.

96 Grêmio 2x2 Inter - 28/8/2008
Em mais um Gre-Nal decidindo vaga para a Sul-Americana, o Inter fez dois gols na casa do rival (Nilmar e Índio marcaram) e acabou se classificando pelo saldo qualificado. O fim do jogo teve momentos de perigo, mas a vaga estava na mão.

97 Inter 4x1 Grêmio - 28/9/2008
Em seus quase 40 anos, o Beira-Rio nunca havia visto uma goleada colorada em Gre-Nal. O tabu foi sendo quebrado logo de cara, com um golaço de D'Alessandro. Alex, Índio e Nilmar selaram uma tarde de festa para a massa colorada.

98 Boca Juniors 1x2 Inter - 6/11/2008
Após duas eliminações para o Boca na Sul-Americana, o Inter foi à Bombonera mais tranquilo, podendo perder por um gol de diferença. No entanto, Magrão e Alex marcaram e definiram a classificação colorada no calabouço portenho.

99 Estudiantes 0x1 Inter - 26/11/2008
O jogo de ida da final da Sul-Americana teve requintes dramáticos. Com Guiñazu expulso no primeiro tempo, o Inter fez um gol de pênalti e se segurou como pôde. A vitória veio com uma grande atuação dos jogadores de defesa.

100 Inter 1x1 Estudiantes - 3/12/2008
O craque Verón foi o grande nome da finalísima da Sul-Americana, no Beira-Rio. O Estudiantes ganhou no tempo normal e levou o jogo para a prorrogação. O título colorado veio com um gol chorado de Nilmar. O Inter era campeão de tudo.

Fontes:'Sport Club Internacional, História de uma Paixão', de Claudio Dienstmann (editora L&PM)
'A História dos Grenais', de Nico Noronha e David Coimbra (editora Artes e Ofícios)

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade