2 eventos ao vivo

Inter confirma domínio no Sul e fatura 6º título na década

19 abr 2009
17h59
atualizado às 22h25

Com as alegrias recentes da conquista inédita da tríplice coroa, que envolve os títulos da Libertadores da América, do Mundial de Clubes da Fifa (ambos em 2006) e da Copa Sul-Americana (2008), o Internacional também festeja o domínio no futebol do Rio Grande do Sul nos últimos tempos. Neste domingo, exatamente 15 dias depois das comemorações do centenário de sua fundação, o clube do Beira Rio faturou seu sexto troféu estadual dos dez disputados nos anos 2000.

» Veja fotos da final
» Veja fotos da campanha
» Baixe o wallpaper do campeão Inter
» Inter massacra, faz 8 no Caxias e é bi
» No ano de afirmação de Taison, Índio faz história
» Comete o título do Inter

A vitória sobre o Caxias neste final de semana, além de representar a 39º conquista do Campeonato Gaúcho (contando a fatura do Supercampeonato Estadual de 2002), mostra a supremacia da equipe colorada na década atual, período em que também ficou famoso fora do Brasil pelos título inéditos que levou sob o comando do técnico Abel Braga.

De 2000 para cá, ano em que o Rio Grande do Sul foi dominado pela surpresa Caxias, o Internacional só não venceu em 2001, 2006 e 2007, edições faturadas pelo rival Grêmio. Nas duas últimas conquistas tricolores, inclusive, o time colorado deixou de lado a disputa do Estadual para priorizar a Libertadores, antigo sonho dos dirigentes. Na primeira ocasião, a escolha deu certo e a equipe trouxe para o Beira-Rio o inédito título continental após bater o São Paulo na final. No entanto, na temporada seguinte, a estratégia não deu certo e culminou na eliminação precoce ainda na fase de grupos.

Neste ano, o domínio do Internacional no Sul do País ficou evidente também na forma como conquistou seu 39º título e se consolidou como maior vencedor do torneio. Absoluto durante toda a disputa, o time do técnico Tite venceu as duas etapas do Estadual e com isso levantou o principal troféu do Estado sem a necessidade da final. No primeiro turno, superou o rival Grêmio na decisão por 2 a 1, após eliminar Ulbra e Novo Hamburgo nas fases anteriores. Já no segundo turno, antes de bater o Caxias, voltou a derrotar o rival do Olímpico e a Ulbra.

Em 23 partidas disputadas no Gaúcho deste ano (somadas as duas partes da competição), o Internacional conheceu 20 vitórias, três empates e não foi derrotado sequer uma vez. Dos 69 pontos que estiveram em jogo, levou 63 e sobrou durante todo o torneio, registrando também melhor ataque e defesa entre os 16 participantes. Com destaque para a dupla Nilmar e Taison, que juntos balançaram as redes 28 vezes, o time marcou 71 gols (38 no primeiro turno e 33 no segundo) e sofreu apenas 13 (sete na primeira metade e seis na etapa final do Estadual).

Fonte: Terra
publicidade