0

Inter tenta título invicto antecipado no ano do centenário

19 abr 2009
12h34

O Internacional possui a primeira oportunidade de se dar um presente pelo seu centenário, comemorado no início de abril. Para isso, o elenco colorado precisa conquistar o segundo turno do Campeonato Gaúcho, neste domingo. Assim ganharão pela 39ª vez o Estadual. O adversário será o surpreendente Caxias, às 16h (de Brasília). O palco será o Beira-Rio, que depois de muito tempo terá a chance de ver o clube ser campeão invicto.

» Veja as últimas do Inter

A decisão do segundo turno ocorre em jogo único. Caso o Inter vença, erguerá a taça de campeão, pois também conquistou a primeira etapa do campeonato. Se o time da Serra sair vitorioso, mais dois jogos para decidir o torneio serão realizados. Em caso de empate, a decisão ocorrerá nos pênaltis.

Em um simples confronto, o Inter seria favorito. Porém, o momento não é comum. O time de Tite ainda não perdeu no Estadual. Nem mesmo o Grêmio, oponente em três oportunidades, conseguiu marcar três pontos sobre os jogadores colorados. A equipe empilhou goleadas durante a competição, deixando clara a sua superioridade sobre os oponentes. Neste contexto, não apontar o time alvirrubro como o maior candidato a conquistar a taça seria loucura.

"O Inter tem obrigação enquanto clube. Eu tenho obrigação como profissional. Não quero o mal de ninguém. Quero competir com lealdade. A grandeza do Inter é maior que a do Caxias? É. Mas só isso faz ganhar? Não. Quando se tem a exigência do grande clube, tem de conviver com a pressão por desempenho e resultados", explicou Tite, que foi campeão regional com o Caxias, em 2000.

"Todos os cuidados estão sendo feitos para entrarmos concentrados, não nos empolgarmos. Sabemos que o jogo é decidido nos 90 minutos, 11 contra 11, e do outro lado teremos jogadores experientes, rodados e vitoriosos", analisou o goleiro Lauro.

Para não dizer que o momento é perfeito, um problema preocupa. A defesa tem encontrado dificuldades na bola área. Quase metade dos gols sofridos em 2009 saiu em jogadas deste tipo. É um defeito que complicou alguns jogos e pode incomodar no domingo.

Coube ao Caxias ser o único a pode tirar o título gaúcho do Inter. A tarefa grená não será simples. Mesmo assim, a equipe chegou onde ninguém imaginava. Os caxienses iniciaram mal o Estadual. Com uma campanha abaixo das expectativas, René Weber foi demitido após cinco partidas. Para o seu lugar foi contratado o ex-zagueiro Argel. Aos poucos, ele afastou o clube do rebaixamento até alcançar a decisão do segundo turno. Para uma mudança tão significativa de desempenho, o elenco foi reformulado em meio ao torneio.

Com o seu jeito espontâneo de ser, Argel chega a exagerar na análise sobre o adversário. "Vamos fazer a final contra o melhor time do mundo. Jogamos de uma maneira bem argentina. Estamos conseguindo fazer o que não fizemos antes no campeonato, que é ganhar em sequência", comentou o treinador.

Com um grupo de jogadores reduzidos, Argel deverá improvisar. O zagueiro Zacarias será adiantado para a primeira função da meia-cancha. O defensor acredita que não enfrentará dificuldades para cumprir a função.

"Já joguei nessa função contra Palmeiras e Corinthians, quando estava na Ponte. Se fosse contra o Barcelona, o Milan, teríamos que jogar igual, não adianta. Então, vamos lá e fazer o que sabemos, que é jogar bola", comentou.

Outra opção é o ingresso de Diogo Brito. Os substitutos dos outros três desfalques estão definidos. No gol, Rafael Lopes quer agarrar o que chamou da oportunidade de sua vida. Na lateral, Edenilson retoma o seu lugar, enquanto Roberto volta ao meio-campo.

Veja também:

Fonte: Gazeta Press
publicidade