0

Inter vence Grêmio nos pênaltis e adia decisão do Gaúcho

1 mai 2011
18h15
atualizado às 21h43

O Internacional conseguiu impedir que o arquirrival Grêmio comemorasse antecipadamente, e no próprio Beira-Rio, a conquista do Campeonato Gaúcho. Após um empate por 1 a 1 no tempo normal, a equipe de Paulo Roberto Falcão levou a melhor nos pênaltis por 4 a 2 para conquistar a Taça Farroupilha, o segundo turno estadual, e forçar mais dois confrontos que definirão o campeão de 2011 do Rio Grande do Sul.

Leandro Damião havia feito 1 a 0 para o Inter ainda no primeiro tempo, em um lance polêmico que causou reclamação da zaga gremista. No segundo tempo, com um a menos (o volante Guiñazu foi expulso), os comandados de Paulo Roberto Falcão cederam o empate aos 41min.

Na decisão com tiros livres da marca de 11m, Borges chutou por cima a primeira cobrança gremista e Fernando viu Renan defender a segunda (Fábio Rochemback e Adilson acertaram). Pelo Inter, D'Alessandro, Damião, Kléber e Rodrigo converteram e definiram o duelo no Beira-Rio.

O jogo
Falcão entrou em campo com a mesma base de suas últimas partidas ¿ exceções feitas ao meia Oscar, que entrou na vaga de Rafael Sóbis, e do volante Tinga, substituto do suspenso volante argentino Mario Bolatti. Por sua vez, Renato Gaúcho promoveu um Grêmio mais fechado, com quatro volantes: Adilson, Fábio Rochemback, Vilson e Willian Magrão; e apenas Borges no ataque.

Em campo, o Inter demonstrou mais disposição ofensiva e levou perigo ao gol de Marcelo Grohe aos 11min, com uma cabeçada de Andrezinho após cruzamento de Nei. O Grêmio respondeu após dois minutos, com Borges forçando Renan a se esticar para defender um chute cruzado.

O lance que permitiu que o Inter fosse para o intervalo com uma vantagem no marcador saiu aos 23min, quando Andrezinho levantou na área, Leandro Damião fez uma "cama de gato" no zagueiro Rodolfo e tocou por cima de Grohe. Enquanto o camisa 9 colorado corria para celebrar seu gol, os gremistas protestavam com o árbitro Márcio Chagas da Silva, pedindo a marcação de uma falta para a defesa tricolor.

O gol do Internacional fez com que Renato Gaúcho promovesse ainda no primeiro tempo, aos 32min, a troca de Willian Magrão pelo meia-atacante Leandro. O jovem gremista levou perigo aos 41min, quando finalizou cruzado no lado externo da rede de Renan, mas foi a equipe anfitriã no Beira-Rio quem mostrou mais consistência ao longo dos 45 minutos iniciais.

Com Fernando no lugar do contundido Gabriel, o Grêmio viu o Inter seguir mais incisivo, apesar de poucos lances de perigo real durante o início da etapa. A melhor oportunidade foi criada pelo meia argentino D¿Alessandro, com um chute de fora da área espalmado por Grohe aos 7min.

O Inter, entretanto, perdeu um importante jogador de seu setor de marcação aos 24min. O volante argentino Guiñazu, que já havia sido punido com o amarelo no primeiro tempo, cometeu falta dura em Vilson e deixou o Inter com dez em campo. Coube a Falcão sacar Oscar e colocar Wilson Mathias em campo.

Com a vantagem numérica em campo, o Grêmio precisou de uma jogada confusa para vencer a defesa colorada e igualar o placar aos 41min. Após bate e rebate na área, o atacante Júnior Viçosa, que havia entrado no lugar de Vilson, chutou forte na entrada da pequena área para estabelecer o 1 a 1.

O gol tricolor esquentou o Gre-Nal, e Leandro Damião quase fez o segundo para o Inter aos 43min, após bela jogada dentro da área, mas Grohe fez boa defesa. No lance seguinte, uma finalização desviada de Júnior Viçosa passou rente à trave de Renan.

Nos pênaltis, Borges chutou por cima e Fernando teve sua cobrança defendida por Renan logo nos dois primeiros chutes gremistas. Embora Fábio Rochemback e Adilson tenham acertado suas chances, o Inter foi mais competente no momento decisivo: D'Alessandro, Leandro Damião, Kléber e Rodrigo marcaram, e o Inter comemorou a vitória.

Internacional (4) 1 x 0 (2) Grêmio

Gols

Internacional:
Leandro Damião, aos 23min do 1º tempo
Grêmio:
Júnior Viçosa, aos 41min do 2º tempo

Internacional: Renan; Nei, Bolívar, Rodrigo e Kléber; Guiñazu, Tinga, Andrezinho (Juan), D'Alessandro e Oscar (Wilson Matias); Leandro Damião. Técnico: Paulo Roberto Falcão

Grêmio: Marcelo Grohe; Gabriel (Fernando), Rafael Marques, Rodolfo e Gilson; Vilson (Júnior Viçosa), Fábio Rochemback, Adilson, Willian Magrão (Leandro) e Douglas; Borges

Cartões amarelos
Internacional: Guiñazu, Bolívar
Grêmio: Gilson, Adilson

Cartões vermelhos
Internacional: Guiñazu

Árbitro
Márcio Chagas dos Santos

Local
Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)










Terra

compartilhe

publicidade
publicidade