0

Pelotas quebra tabu de 51 jogos e elimina Grêmio no Olímpico

8 abr 2010
23h55
atualizado em 9/4/2010 às 09h24

Após um ano e meio de invencibilidade, o Grêmio voltou a perder no Olímpico. O algoz foi o Pelotas, que venceu por 2 a 1 de virada nesta quinta-feira e surpreendentemente eliminou o time da Taça Fábio Koff. Porém, vale lembrar que os tricolores ganharam a Taça Fernando Carvalho e esperam o vencedor do segundo turno para fazer a final do Campeonato Gaúcho.

Não bastasse a série positiva como mandante (51 jogos sem derrota), a equipe de Silas vinha de 15 vitórias consecutivas. No entanto, dois gols de pênalti de Thiago Duarte encerraram as séries e colocaram o Pelotas na semifinal. No próximo domingo, a equipe encara o São José, de Porto Alegre, que eliminou o Inter de Santa Maria nos pênaltis, também nesta quinta.

O Pelotas não se intimidou com a boa fase gremista e criou a primeira chance de perigo, em chute de primeira de Maicon Sapucaia. Com dificuldades para escapar da forte marcação adversária, os donos da casa só assustaram aos 11min, em cobrança de falta de Edílson defendida por Jonatas.

Mas foi uma chance isolada. O Grêmio seguiu com dificuldades, errando muito passes e ainda dando espaço para o rival, que perdeu outra boa chance com o experiente Alex Dias. Na metade do primeiro tempo, os primeiros sinais de impaciência já vinham das arquibancadas do Olímpico.

A equipe de Silas, porém, melhorou nos 15 minutos finais e transformou a sua maior posse de bola em oportunidades. Aos 33min, Bergson completou cruzamento de Maylson e Jonatas fez excelente defesa. Pouco depois, Bergson arriscou de longe e também parou no goleiro, que, no entanto, seria vencido ainda na etapa inicial. Aos 47min, Bergson ganhou disputa com Bruno Salvador e bateu cruzado. Maylson só escorou para as redes.

No segundo tempo, o time tricolor voltou melhor e dominou o início do jogo. Jonas, livre, cabeceou para fora e perdeu chance incrível de ampliar na noite em que completou 100 jogos com a camisa gremista. Mas, quando o segundo gol dos anfitriões parecia questão de tempo, veio o empate: Victor saiu mal e derrubou Thiago Duarte. Pênalti, convertido pelo próprio atacante do Pelotas aos 21min.

O Grêmio partiu para cima após o empate e assustou com dois chutes de fora da área de Maylson. Mas foi a equipe do interior gaúcho quem marcou, novamente de pênalti. Mário Fernandes tentou desarmar Clodoaldo na área e o atacante do Pelotas desabou. O árbitro deu pênalti duvidoso e Thiago Duarte converteu novamente aos 34min. O Grêmio foi só pressão a partir daí, mas não evitou a eliminação e ainda viu Douglas ser expulso no fim.

FICHA TÉCNICA

Grêmio 1 x 2 Pelotas

Gols
Grêmio:
Maylson, aos 47min do primeiro tempo

Pelotas:
Thiago Duarte, aos 21min e aos 34min do segundo tempo

Ponto Forte do Grêmio
Dupla Maylson e Bergson, que funcionou bem, com o meia aparecendo sempre para finalizar

Ponto Forte do Pelotas
Forte marcação sobre a equipe da casa e contra-ataques

Ponto Fraco do Grêmio
Falta de criatividade e abuso no erro de passes na etapa inicial

Ponto Fraco do Pelotas
Voltou mal para o segundo tempo e foi dominado no início

Personagem do jogo
Thiago Duarte, que, com dois gols, definiu o resultado surpreendente

Lance polêmico
Segundo pênalti para o Pelotas, sobre Clodoaldo, que mergulhou após chegada de Mário Fernandes

Esquema Tático do Grêmio
4-4-2
Victor; Edílson, Mário Fernandes, Rodrigo e Fábio Santos; Ferdinando, William Magrão, Maylson (Leandro) e Douglas; Jonas e Bérgson (Hugo); técnico Silas

Esquema Tático do Pelotas
3-5-2
Jonatas; Jonas, Bruno Salvador e Jonathas Costa; Maurinho, Gavião, Jucemar (Maurício), Maicon Sapucaia e Pedro (Clodoaldo); Alex Dias (Sandro Sotilli) e Thiago Duarte; técnico Beto Almeida

Cartões Amarelos
Grêmio: William Magrão, Victor, Edílson e Mário Fernandes
Pelotas: Jonatas e Jonathas Costa

Cartão Vermelho
Grêmio: Douglas

Público: 11.724

Árbitro
Fabrício Neves Corrêa (RS)

Local
Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)


Pelotas quebra tabu e elimina Grêmio no Olímpico
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade