0

Zagueiros decidem, Grêmio goleia e se aproxima das quartas

11 fev 2012
22h58
atualizado em 12/2/2012 às 15h10

O Grêmio precisava vencer - e convencer - neste sábado para espantar a desconfiança da torcida e se aproximar de vaga nas quartas de final do Campeonato Gaúcho. E, com uma atuação aguerrida, ao menos triunfar a equipe tricolor conseguiu: bateu o Santa Cruz por 4 a 1, de virada, no Estádio Olímpico, e ficou ainda mais perto de se garantir na próxima fase do Estadual.

O clube de Porto Alegre atingiu 13 pontos ganhos em 21 disputados, assumindo a vice-liderança provisória do Grupo B, já que os demais rivais ainda possuem um jogo a menos. Na pior das hipóteses, o time do Olímpico encerra a rodada na quarta colocação, com a mesma pontuação de Novo Hamburgo e Veranópolis.

Com isso, o Grêmio só não se classifica com uma série de resultados. Cruzeiro e Cerâmica, na quinta e sexta colocação da chave, respectivamente, estão com oito e sete pontos, mas possuem um jogo a menos. Ou seja: ao menos um dos dois necessitaria triunfar em seus próximos dois embates cada, e ainda torcer por um revés do clube tricolor na última rodada.

A equipe gremista volta a campo no sabado que vem, quando irá encarar o São José, no Estádio Passo da Areia, em Porto Alegre. O Santa Cruz, por sua vez, será o rival do Cerâmica em casa, no Estádio Plátanos, em Santa Cruz do Sul. A agremiação possui sete pontos ganhos, na quinta colocação do Grupo A, e segue na briga por vaga nas quartas de final.

O jogo

Com duas derrotas em seis jogos na temporada, o Grêmio entrou no Olímpico diante da desconfiança de sua torcida. A má campanha só deixava a equipe na zona da classificação da chave antes do duelo deste sábado porque o Cruzeiro foi punido pelo TJD/RS com a perda de seis pontos, ficando a dois da equipe tricolor.

Embalado pela vitória contra o Ypiranga, em Erechim, na rodada anterior, o clube do técnico Caio Júnior pretendia espantar a má fase e embalar no Campeonato Gaúcho. Mas não foi bem assim que a história começou a ser contada no Estádio Olímpico.

Mal no controle da posse de bola, o time gremista desperdiçava passe atrás de passe, irritando o torcedor presente no Olímpico. A melhor chance nos primeiros 15min foi com Tiago, do Santa Cruz, que fez o giro pelo lado direito da área, bateu cruzado e viu o lance passar com perigo à frente da meta de Victor.

Assim, a equipe visitante não demorou para abrir o placar. Inspirado, Tiago pediu a bola em cobrança de falta e fez belo cruzamento na área do Grêmio. O goleiro Victor saiu mal, ficou pelo meio do caminho, e Cristiano apenas desviou e deixou o Santa Cruz com vantagem, para desespero do torcedor local.

Contudo, o gol serviu para acordar o time tricolor, que partiu para cima do rival e empatou após dois minutos. Marco Antônio, ex-meia da Portuguesa, levantou a bola na área em cobrança de escanteio, Marcelo Moreno cabeceou com força no travessão e, na sobra, Naldo finalizou de cabeça por cima do goleiro, deixando tudo igual no Olímpico.

Depois, aos 24min, o Grêmio conseguiu a virada, mais uma vez em cobrança de escanteio. Desta vez foi Marquinhos o autor do cruzamento, para cabeçada de Naldo na primeira trave e conclusão de Douglas Grolli. Melhor no jogo a partir daí, a equipe da casa quase ampliou, de novo em tiro de canto, aos 31min, mas Rodrigo evitou o gol olímpico de Marquinhos.

Na segunda etapa, Caio Júnior manteve a equipe que iniciu o duelo e optou por não fazer substituições, ao contrário do técnico Edson Porto, que mandou Sidney para a vaga de Felipe. Mesmo assim, o Grêmio continuou melhor e explorou seu ponto forte no duelo aos 8min: as bolas de cabeça. Kleber fez jogada pelo lado direito e alçou para Naldo finalizar e ampliar o placar.

Embalado, o Grêmio seguiu superior no confronto e passou a apenas administrar o resultado favorável. Acuado, o Santa Cruz apenas observada o time tricolor jogar, além de desperdiçar algumas chances. Tiago, que seguia bem no jogo, passou pelo meio de dois, entrou na área pela direita e finalizou para fora, aos 28min, três minutos antes do quarto gol gremista.

Edilson, que tinha acabado de entrar, foi lançado pela direita, cruzou e Kleber, na segunda trave, anotou mais um gol de cabeça no duelo. Era a goleada do clube de Porto Alegre, a primeira do Grêmio na temporada 2011. Veio em ótima hora para fazer "acordar" a equipe do técnico Caio Júnior, que ficou bem próxima de garantir classificação à próxima fase.

Ficha técnica

GRÊMIO 4 x 1 SANTA CRUZ-RS

Gols
GRÊMIO:
Naldo, aos 18min, e Douglas Grolli, aos 24min do 1º tempo; Naldo, aos 8min, e Kleber, aos 31min do 2º tempo
SANTA CRUZ-RS:
Cristiano, aos 16min do 1º tempo

GRÊMIO: Victor; Gabriel (Edilson), Naldo, Douglas Grolli e Bruno Collaço; Gilberto Silva, Fernando, Marco Antônio e Marquinhos (Guilherme Biteco); Kleber (André Lima) e Marcelo Moreno
Treinador: Caio Júnior

SANTA CRUZ-RS: Rodrigo; Mimica, Thuram, Teda e Thiago; João Neto, Uillian, Felipe (Sidnei) e Cristiano; Roberto Jacaré e Creedence (Chimbica)
Treinador: Edson Porto

Cartões amarelos
GRÊMIO: Fernando e Naldo
SANTA CRUZ-RS: Mimica e Teda

Árbitro
Márcio Chagas da Silva (RS)

Local
Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)




Fonte: Terra
publicidade