0

Atlético-MG bate Ipatinga e comemora 1º título com Luxemburgo

2 mai 2010
17h51
atualizado às 20h01
  • separator
  • comentários

Em uma tarde sem sustos, o Atlético-MG se sagrou campeão mineiro pela 40ª vez em sua história. Com o resultado a favor de 3 a 2 conquistado no jogo de ida e melhor campanha que o adversário na primeira fase, o time comandado por Vanderlei Luxemburgo podia até perder por um gol de diferença para o Ipatinga, neste domingo, no Mineirão, na decisão do Estadual. Porém, fez mais do que o suficiente para levar o troféu: venceu por 2 a 0, com gols do artilheiro Diego Tardelli e do ídolo Marques.

Precisando marcar dois gols, o Ipatinga começou em cima. Aos 2min, Reina dominou na esquerda, driblou o marcador e cruzou, mas Aranha segurou em dois tempos. Em uma partida aberta, o Atlético respondeu aos 10min: Muriqui alçou da direita, Fabiano pegou de primeiro e o goleiro Douglas fez excelente defesa.

A equipe da capital começou a pressionar a saída de bola do adversário, dificultando a armação do time do técnico Gilson Kleina. Com 26min, Fabiano recebeu cruzamento e cabeceou por cima do gol. Pouco depois, Diego Tardelli apareceu após bater cruzado do bico da área, para outra boa defesa de Douglas.

O Ipatinga apertou a marcação, causando muitos erros de passe do time alvinegro. Porém, o primeiro tempo terminou sem gols, resultado amplamente favorável ao Atlético. A situação alvinegra poderia ter ficado ainda melhor se Muriqui não tivesse perdido um gol inacreditável logo aos 2min, após receber cruzamento de Diego Tardelli, pisar na bola e cair, na pequena área, sem goleiro.

Com 14min, o Ipatinga assustou. Marinho Donizete levantou a bola da esquerda, Leandro cortou mal e Danilo Dias cabeceou, mas a bola passou por cima da meta. O Atlético passou a manter a posse de bola para segurar o placar, até que balançou as redes.

O primeiro gol saiu aos 25min. Muriqui foi lançado na esquerda, invadiu a área e tocou para o meio, onde Diego Tardelli apareceu para bater com categoria, marcar pela sétima vez no Estadual e fazer a torcida soltar o grito de "campeão" no Mineirão.

O time da casa quase ampliou aos 33min. Tardelli fez belo passe para Muriqui na área, mas o atacante chutou longe do gol, perdendo ótima oportunidade. A pressão continuou aos 35min, quando Fabiano bateu por cima do gol. No lance seguinte, Leandro tocou para Tardelli, que chutou de primeira, para fora.

A "cereja no bolo" para a festa atleticana veio aos 42min, com gol de um dos maiores ídolos da história do clube. O veterano Marques, que havia substituído Muriqui, recebeu belo passe de Ricardinho e concluiu na saída de Douglas, fechando o placar e sacramentando o primeiro título de Luxemburgo à frente da equipe.

FICHA TÉCNICA

Atlético-MG 2 x 0 Ipatinga

Gols
Atlético-MG: Diego Tardelli, aos 25min, e Marques, aos 42min do 2º tempo

Ponto Forte do Atlético-MG
Manutenção da posse de bola, controlando o resultado favorável desde o início

Ponto Forte do Ipatinga
Marcação forte no meio de campo, principalmente no fim do primeiro tempo

Ponto Fraco do Atlético-MG
Muitos erros de finalização, que impediram um placar mais elástico

Ponto Fraco do Ipatinga
Pouca criatividade no meio de campo, esbarrando na defesa atleticana

Personagem do jogo
Diego Tardelli, que criou boas chances e teve calma para fazer o primeiro gol do título mineiro

Lance bizarro
Furada de Muriqui aos 2min do segundo tempo, sem goleiro, na pequena área. O atacante caiu e passou por sobre a bola, deixando o lance limpo para o goleiro Douglas

Esquema Tático do Atlético-MG
4-4-2
Aranha; Carlos Alberto, Werley, Jairo Campos e Leandro (Júnior); Zé Luís, Corrêa (Cáceres), Fabiano e Ricardinho; Muriqui (Marques) e Diego Tardelli. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Esquema Tático do Ipatinga
4-4-2
Douglas; Luizinho (Joabe), Sílvio, Max e Marinho Donizete; Leânderson, Max Carrasco, Afonso e Reina (Patrick); Francismar (Muller) e Danilo Dias. Técnico: Gilson Kleina

Cartões amarelos
Atlético-MG: Werley, Fabiano e Marques
Ipatinga: Sílvio, Reina e Marinho Donizete

Árbitro
Paulo César de Oliveira (SP)

Local
Estádio Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Público
60.704 pagantes










Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade