0

Cão invade gramado, "impede" gol do Remo e salva Paysandu em decisão

16 fev 2014
21h46
atualizado às 22h31
  • separator
  • comentários

Eram 40 minutos do segundo tempo de uma decisão envolvendo os clubes mais populares do Estado. Estádio lotado, nervos à flor da pele, até que o atacante de um dos times recebe sozinho na grande área para desempatar. É quando um cachorro entra em campo, atrapalha o ataque e salva a pele do rival. Parece ficção, mas não é. E aconteceu neste domingo, no clássico Remo e Paysandu, pela ida da decisão do primeiro turno do Campeonato Paraense, que acabou 0 a 0.

O lance em questão ocorreu mesmo. O Remo tinha a bola no campo de ataque, invadiu a área do Paysandu e ia decidir o placar a cinco minutos do apito final. O meia Ratinho tinha a bola, dominou de frente para o gol e armou o chute, mas foi quase impedido pelo invasor canino, que atrapalhou a jogada e, consequentemente, o gol do Remo.

Depois da jogada, o cão acabou retirado de campo pelo atacante Val Barreto, do Remo, em lance que causou a ira da torcida do clube lesado e, logicamente, a alegria dos fãs do Paysandu. O animal já tinha aparecido no gramado antes do início da partida, mas conseguiu voltar após sair.

O clássico, válido pela primeira partida da final da Taça Cidade de Belém, terminou com o placar de 0 a 0. Agora, o Remo precisa apenas de outra igualdade no duelo de volta, no domingo, para ser campeão do primeiro turno. O Paysandu ergue a taça com qualquer triunfo.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade