0

Coritiba conquista título paranaense após bater rival Atlético

18 abr 2010
17h47
atualizado em 19/4/2010 às 17h27
  • separator
  •  
  • comentários

Com apoio de sua apaixonada torcida, em pleno Couto Pereira, o Coritiba se sagrou campeão paranaense pela 34ª vez em sua história ao vencer o Atlético-PR por 2 a 0, neste domingo. A conquista acontece com uma rodada de antecedência e, no próximo domingo, o Coritiba volta ao seu estádio para o jogo contra o Cascavel, quando receberá a faixa em homenagem ao título.

A partida deste domingo teve todos os ingredientes de um grande clássico, decisivo para o Campeonato Paranaense de 2010. Os 27 mil torcedores que lotaram o Couto Pereira puderam ver duas equipes preocupadas em vencer, jogando ofensivamente e contando com grandes atuações de suas defesas. Após o primeiro gol da equipe da casa, no segundo tempo, o jogo ficou ainda mais franco e equilibrado, com grandes chances criadas por ambos os times.

Apesar de vários momentos de equilíbrio, o Coritiba esteve melhor durante toda a partida e foi mais perigoso no primeiro tempo, principalmente com Ariel e Marcos Aurélio, o melhor em campo. A melhor oportunidade nos 45min iniciais veio em uma jogada de contra-ataque, quando Rafinha avançou pela direita e encontrou Ariel livre para chutar forte, exigindo grande defesa do goleiro Neto.

A disputa de bola e a forte marcação, características do primeiro tempo, deram lugar a um jogo aberto e cheio de jogadas perigosas na etapa complementar. E o responsável por mudar o jogo foi o rápido meia-atacante Maros Aurélio, que, logo aos 5min, recebeu passe de Rafinha pela esquerda e acertou um forte chute no ângulo direito da meta atleticana.

A resposta do Atlético-PR veio no minuto seguinte, em jogada de contra-ataque. Em bobeira da zaga do time alviverde, o lateral Chico encontrou Tartá livre na área, que finalizou para a excelente defesa de Édson Bastos.

Aos 15min, o inspirado Marcos Aurélio acerta forte chute no canto, mas assiste o goleiro rival fazer nova defesa. A presença do atacante argentino Ariel também era constante na área do Atlético. Em duas oportunidades ele chegou perto de balançar as redes, mas foi impedido pela zaga e pelo goleiro Neto.

Outro jogador que mostrou sua estrela foi o angolano Geraldo. Três minutos depois de entrar no lugar de Renatinho, ele encheu a voltou a dar alegria à empolgada torcida do Coritiba. Em jogada individual pela esquerda, ele escapou de dois marcadores, invadiu a área e deu tirou Neto da jogada com um toque de categoria.

O resultado de 2 a 0 fez o Couto Pereira se pintar de verde e branco, além de minar a produção ofensiva atleticana. Apesar de tentativas de bola parada no fim do jogo, através de Paulo Baier, as melhores chances nos últimos minutos também foram do Coritiba, que vibrou quando o apito do árbitro indicou o fim do jogo.

FICHA TÉCNICA

Coritiba 2 x 0 Atlético-PR

Ponto Forte do Coritiba
Apoio da torcida e velocidade nas jogadas puxadas por Marcos Aurélio e Rafinha pela esquerda

Ponto Forte do Atlético-PR
Conseguiu equilibrar a partida em alguns momentos, mesmo com a pressão exercida pelo Coritiba

Ponto Fraco do Coritiba
Fragilidade da defesa em jogadas pelo alto

Ponto Fraco do Atlético-PR
Pouca criatividade na armação das jogadas, apesar da força de vontade

Personagem do jogo
Marcos Aurélio, autor do gol que abriu caminho para o título e principal articulador das jogadas do Coritiba

Esquema Tático do Coritiba
4-4-2
Édson Bastos; Rodrigo Heffner (Pereira), Jéci, Demerson e Lucas Mendes; Marcos Paulo (Tiago Real), Leandro Donizete, Rafinha e Renatinho (Geraldo); Marcos Aurélio e Ariel. Técnico: Ney Franco

Esquema Tático do Atlético-PR
4-4-2
Neto; Valencia, Vanegas (Bruno Costa), Manoel e Chico; Alan Bahia, Paulo Baier, Márcio Azevedo ((Marcelo), Tartá; Alex Mineiro e Pepe Toledo (Wallyson). Técnico: Leandro Niehues

Cartões amarelos
Coritiba: Jéci, Leandro Donizete e Demerson

Atlético-PR: Tartá e Márcio Azevedo Árbitro
Antônio Denival de Morais

Local
Estádio Couto Pereira, Curitiba (PR)

Público
27.000

Redação Terra

Colaborou com esta notícia o internauta Kathia Prox, de Curitiba (PR), que participou do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui .









vc repórter

compartilhe

publicidade
publicidade