PUBLICIDADE
Logo do

Coritiba

Favoritar Time

Recuperado, Pedro Ken tenta ocupar espaço de Keirrison

7 fev 2009 - 09h20
(atualizado às 10h48)
Publicidade

O futebol brasileiro já se acostumou a ver grandes jogadores pintarem do Coritiba e o sucesso de Keirrison no Palmeiras vem na esteira de Henrique, Miranda, Rafinha e Adriano Correia. O próximo nome dessa galeria deve ser Pedro Ken, 21 anos, que se recuperou de uma séria lesão para se tornar uma das principais esperanças do clube para uma temporada vitoriosa no ano do centenário.

» Veja mais fotos de Pedro Ken
» Para Wortmann, Pedro Ken é a bola da vez
» Veja as últimas do Coritiba
» Opine: Pedro Ken irá brilhar no Coritiba em 2009?

Pedro Ken, que rompeu o ligamento cruzado anterior de seu joelho direito em junho de 2008, em um treinamento do Coritiba, não é exatamente uma novidade recente.

Entre os profissionais desde 2006, porém, ele é apontado dentro do Coritiba como o próximo grande nome da galeria de revelações que parte para fazer sucesso além das fronteiras paranaenses. A opinião é reforçada por Ivo Wortmann, que o classifica como "a bola da vez".

Embora seja meia-atacante de origem, Pedro se destaca pelo senso tático, força física e habilidade, e chega em 2009 respaldado pelo título da Série B no ano retrasado e pela boa forma que apresentava até se lesionar com gravidade. Em entrevista exclusiva ao Terra , Pedro Ken fala sobre seu momento como quem tem ciência das responsabilidades que carrega.

Veja a entrevista na íntegra:

Terra - Você se sente pronto para jogar normalmente, sem receios? Como foi, para você, esse longo período sem jogar?
Pedro Ken - Foi um momento bem difícil. Foram sete meses sem jogar, com muita fisioterapia e agora já estou voltando. Joguei o Atletiba como titular e a cada jogo que entro já me sinto bastante confiante. Da volta até o clássico, já senti uma melhora e vou readquirindo o ritmo de jogo. Mas claro que ainda não me sinto 100%.

Terra - Como você vê o sucesso do Keirrison, seu grande parceiro no Coritiba?
Pedro Ken - Fico muito feliz, pois além de ele ser um companheiro de clube, é meu amigo. É um jogador diferenciado mesmo e merece todo esse sucesso. Para mim, na atualidade, ele é o melhor atacante do Brasil. Essa lesão que aconteceu comigo são coisas da vida, mas vou dar a volta por cima como ele, que teve o mesmo problema no joelho. Isso será também importante para o Coritiba.

Terra - E a afirmação do Henrique, já na Europa, como você vê? Ele é outro grande espelho para você?
Pedro Ken - É da mesma forma. É outro jogador que começou aqui com a gente e merece muito tudo que tem conseguido. É um espelho. Ele aproveitou bem as oportunidades e vai continuar brilhando cada vez mais.

Terra - O Coritiba perdeu jogadores importantes e você surge como uma grande esperança de uma equipe forte para esse ano. Está pronto para assumir essa condição?
Pedro Ken - A responsabilidade existe e vou assumir, mas não é só em um jogador. É um grupo e cada um tem sua responsabilidade. Assim como saíram alguns, também chegaram outros novos jogadores que são bons, como o Pereira (zagueiro, ex-Grêmio). Claro que essa equipe tem outra característica em relação ao ano passado, mas a responsabilidade deve ser dividida e todos precisam estar cientes disso.

Terra - Como está o clima no clube nesse ano de centenário?
Pedro Ken - Não é qualquer clube que chega a cem anos, então a responsabilidade é maior e estamos encarando de uma forma positiva. Vamos trabalhando dobrado para que possamos corresponder às expectativas.

Terra - Qual a importância daquela Série B de 2007 para sua formação como atleta e também como homem?
Pedro Ken - Foi fundamental. Era um momento difícil, pois além de toda a dificuldade de Série B - que todo mundo sabe como é, havia ainda pressão pelo que houve no ano anterior, em que não subimos. Mas aquele foi um campeonato que alavancou todo mundo, pois conquistamos o objetivo.

Terra - Como você se sente à vontade: na meia, de ala ou de volante?
Pedro Ken Me sinto melhor como meia. Prefiro participar mais das jogadas no ataque, mas claro, jogo onde for.

Terra - O que mudou do Dorival Júnior para o Ivo Wortmann?
Pedro Ken - É difícil de falar, pois muda muito de uma pessoa para a outra. O Dorival Júnior merece sucesso e fez uma grande temporada no Coritiba. E o Ivo, que é muito experiente, tem tudo para dar certo.

Terra - Até quando vai seu contrato com o clube?
Pedro Ken - Vai até 1º de janeiro de 2011.

Pedro Ken já rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito
Pedro Ken já rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito
Foto: Divulgação
Fonte: Especial para Terra
Publicidade