PUBLICIDADE

Após maratona, Corinthians e Ronaldo celebram "risco mínimo"

1 abr 2009 - 16h15
Publicidade

O discurso de utilizar Ronaldo aos poucos não durou muito no Corinthians. Nos últimos dez dias, o atacante já participou de quatro partidas praticamente inteiras e, para a felicidade da comissão técnica, não sentiu qualquer tipo de desconforto muscular. Assim, confirmou sua recuperação dentro do que, para ele, pode ser chamado de maratona.

» Opine: Ronaldo está fisicamente pronto?
» Ronaldo se diz exausto e já mira semi do Paulista
» Com cinco gols em sete jogos, Ronaldo ganha descanso

"Hoje podemos dizer que o risco de o Ronaldo ter lesões é o mesmo do Alessandro, do André Santos, ou de qualquer outro jogador. As contusões musculares são normais depois de qualquer cirurgia, mas o Ronaldo já ultrapassou esse estágio. O risco existia em dezembro, janeiro ou mesmo fevereiro, nos treinamentos", explica Joaquim Grava, médico do Corinthians, em contato com o Terra.

Depois de sete jogos com o Corinthians, Ronaldo já tem média de 68 minutos em campo a cada 90 em que a equipe atua. Nas últimas quatro partidas, completou três, além de ter participado de 81 minutos em outra. Nesse período, que compreende os duelos contra Santos, Ponte Preta, Guarani e Ituano, só Felipe, Alessandro, Chicão e Elias jogaram mais que o atacante, que ainda foi às redes em três ocasiões.

O sucesso na recuperação de Ronaldo passa por não ter sofrido lesões ou mesmo desconfortos musculares, uma constante no Corinthians em 2009. Curiosamente, outros jogadores do elenco, como Alessandro, Diogo, Elias, Douglas, Dentinho e Jorge Henrique, já se machucaram dessa forma em 2009, o que teria feito com que o preparador físico Flávio de Oliveira entrasse em atrito com integrantes da comissão técnica e aceitasse uma proposta - financeiramente superior, é verdade - do Santos.

Depois de participar por 90 minutos na vitória desta terça-feira sobre o Ituano, Ronaldo agora terá um longo período para repouso e especialmente recuperação física. As semifinais do Campeonato Paulista devem ser no dia 12 de abril, o que significam exatos 12 dias para que o atacante chegue com boas condições para decidir uma vaga na final, provavelmente, contra o São Paulo, segundo indica a classificação do Estadual.

Questionado sobre o quão pronto está Ronaldo com relação à parte física, Joaquim Grava prefere não usar números, mas se diz satisfeito. "Vai continuar o trabalho, se recuperar e condicionar normalmente para as semifinais. Ele está evoluindo muito", afirma o médico.

Os jogos do Corinthians desde a estréia de Ronaldo

4/3 - Itumbiara 0 x 2 Corinthians - Jogou 23 minutos
8/3 - Palmeiras 1 x 1 Corinthians - Jogou 27 minutos e fez 1 gol
11/3 - Corinthians 2 x 1 São Caetano - Jogou 76 minutos e fez 1 gol
15/3 - Santo André 0 x 0 Corinthians - Poupado, não jogou
22/3 - Corinthians 1 x 0 Santos - Jogou 81 minutos
25/3 - Corinthians 2 x 2 Ponte Preta - Jogou 90 minutos
28/3 - Guarani 0 x 0 Corinthians - Jogou 90 minutos
31/3 - Corinthians 3 x 0 Ituano - Jogou 90 minutos

Contra o Ituano, Ronaldo fez sua quarta partida seguida em dez dias
Contra o Ituano, Ronaldo fez sua quarta partida seguida em dez dias
Foto: Marcelo Pereira / Terra
Fonte: Especial para Terra
Publicidade