PUBLICIDADE
Logo do Santos

Santos

Favoritar Time

Após vetar Morumbi, Sanchez ironiza taxas do estádio

20 abr 2009 - 12h35
(atualizado às 12h46)
Compartilhar

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, voltou a afirmar que não jogará no Estádio do Morumbi quando for mandante da partida. A explicação do corintiano foi simples: o excesso de taxas para alugar o estádio tricolor é a principal razão para que o clube alvinegro não jogue mais no local.

» FPF confirma locais das finais

» Italianos chamam Ronaldo de "todo poderoso"

» Mancini nega provocação premeditada

» Comente a decisão da Federação Paulista

Na manhã desta segunda, a Federação Paulista de Futebol (FPF) anunciou os locais das duas finais. O primeiro duelo será disputado na Vila Belmiro, dia 26 de abril. Já o jogo de volta será realizado dia 3 de maio, no Pacaembu.

"Se a final fosse no Morumbi, o Corinthians teria que pagar taxas de lixo, estacionamento, televisão, locação... não acaba taxa. No Morumbi ficaria muito caro. De um público de 65 mil pessoas, por exemplo, sobraria R$ 1 milhão. No Pacaembu, com oferta e procura, pode-se até majorar o preço", afirmou.

Nos últimos anos, o Morumbi tem recebido as finais do Estadual, no entanto, depois da partida entre Corinthians e São Paulo na primeira fase do Paulista, quando houve confusão de ingressos, Andrés decidiu não jogar mais no local.Sobre os preços dos ingressos, por enquanto apenas os do Estádio do Pacaembu já foram definidos: R$ 40. O Santos espera a conclusão do estudo que está desenvolvendo para confirmar o valor nas entradas.

Fonte: Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra