0

Cleiton Xavier salva Palmeiras no fim contra o Sertãozinho

8 mar 2010
22h52
atualizado às 23h41
  • separator

Em jogo adiado do sábado por causa da chuva que castigou o gramado do estádio Palestra Itália, o Palmeiras conseguiu uma virada dramática no Campeonato Paulista: 3 a 2 sobre o Sertãozinho, nesta segunda-feira, na Arena Barueri. Cleiton Xavier foi o herói da noite com dois gols no final do segundo tempo, quebrando a série de duas derrotas seguidas no estadual, para Rio Claro e Santo André.

Com a vitória, o Palmeiras chegou à oitava colocação com 19 pontos - quatro a menos que o Corinthians, primeiro clube dentro do G-4. Já o Sertãozinho ficou com oito pontos, ainda na lanterna da competição.

A partida começou sem muitas chances para os dois times, até que o Palmeiras abriu o placar aos 22min. O atacante Lenny, que virou titular com Antônio Carlos, foi lançado por Pierre, deu belo drible no zagueiro Pablo e finalizou forte para vencer o goleiro Gilberto.

O Sertãozinho respondeu cinco minutos depois, quando o atacante Mendes bateu rasteiro de fora da área, obrigando Marcos a espalmar para escanteio. Aos 32min, Deyvid Sacconi bateu falta com força e foi a vez de Gilberto fazer boa defesa.

Melhor no jogo, o Palmeiras se encaminhava para o intervalo com a vantagem quando sofreu o empate. Aos 40min, após boa troca de passes do Sertãozinho, Mendes soltou uma bomba da entrada da área. Marcos se esticou e chegou a tocar na bola, mas não o suficiente para impedir que ela batesse no travessão e entrasse: 1 a 1.

No segundo tempo, logo aos 3min, veio a virada do time do interior. Thiago Silvy chutou no meio do gol, mas Marcos falhou ao tentar encaixar a bola e rebateu para frente. Na sobra, o atacante do Sertãozinho avançou em direção ao goleiro e se jogou na área, mas o árbitro Raphael Claus apontou pênalti. Na cobrança, o experiente lateral direito Ricardo Lopes deslocou o camisa 12 do Palmeiras e marcou o segundo gol.

Antônio Carlos mexeu duas vezes, colocando os meias Ivo e Willian nos lugares de Wendel e Deyvid Sacconi, e o time da capital passou a pressionar - principalmente com jogadas aéreas. Aos 21min, o centroavante Robert dominou bola alçada na área e tentou marcar de bicicleta. A bola saiu por cima do gol, com muito perigo.

Pouco depois, a torcida vaiou quando o técnico palmeirense trocou Lenny, autor do gol, pelo atacante formado na base Daniel Lovinho. O Sertãozinho se fechou na defesa, mas ameaçou de novo aos 32min. Cascata, que havia acabado de entrar no lugar de Mendes, bateu falta com perigo, mas Marcos espalmou.

O Palmeiras chegou ao empate aos 38min, quando o zagueiro Léo avançou pela direita e cruzou para Cleiton Xavier cabecear para as redes. Nervoso, Antônio Carlos não deixou seus jogadores comemorarem o gol de empate.

A virada quase veio aos 44min. Daniel Lovinho cruzou e o zagueiro Danilo ajeitou para finalizar, mas Robert atrapalhou o companheiro ao tentar chutar ao mesmo tempo, e a bola saiu por cima do gol, em um lance inacreditável.

O árbitro deu quatro minutos de acréscimos e o Palmeiras foi para o tudo ou nada. O ímpeto foi recompensado no último lance da partida: aos 49min, Cleiton Xavier ficou com a sobra após levantamento na área e finalizou para o gol, dando a vitória à equipe alviverde.

FICHA TÉCNICA

Palmeiras 3 x 2 Sertãozinho

Gols
Palmeiras: Lenny, aos 22min do 1º tempo, e Cleiton Xavier, aos 38min e aos 49min do 2º tempo
Sertãozinho: Mendes, aos 40min do 1º tempo, e Ricardo Lopes, aos 4min do 2º tempo

Ponto Forte do Palmeiras
Movimentação do ataque, com jogadores rápidos criando espaço

Ponto Forte do Sertãozinho
Boas subidas aproveitando o contra-ataque

Ponto Fraco do Palmeiras
Insegurança da defesa e do goleiro Marcos em alguns lances

Ponto Fraco do Sertãozinho
Pouca posse de bola no campo do adversário

Personagem do jogo
Cleiton Xavier, que definiu a virada com dois gols no final do segundo tempo

Lance polêmico
Pênalti inexistente que gerou o segundo gol do Sertãozinho, no qual Thiago Silvy simulou ter sido derrubado por Marcos

Esquema Tático do Palmeiras
4-4-2
Marcos; Wendel (Ivo), Léo, Danilo e Eduardo; Pierre, Márcio Araújo, Cleiton Xavier e Deyvid Sacconi (Willian); Lenny (Daniel Lovinho) e Robert. Técnico: Antônio Carlos

Esquema Tático do Sertãozinho
4-4-2
Gilberto; Ricardo Lopes, Pablo, Erivélton e Rubens Cardoso (Rafael Mineiro); Everton, Magal, Marcus Vinícius e Rodriguinho; Thiago Silvy (Alex Maranhão) e Mendes (Cascata). Técnico: Paulo Comelli

Cartões amarelos
Palmeiras: Robert e Willian
Sertãozinho: Rodriguinho, Pablo, Rubens Cardoso, Ricardo Lopes, Rafael Mineiro e Gilberto

Árbitro
Raphael Claus

Local
Arena Barueri, Barueri (SP)



Fonte: Terra
publicidade