Paulista Série A1

publicidade
03 de maio de 2009 • 17h59 • atualizado em 27 de Outubro de 2009 às 10h00

Invicto, Corinthians segura Santos e é campeão paulista

 

Seis anos depois de sua última conquista no Estado, o Corinthians voltou a levantar o título de campeão paulista na tarde deste domingo. Com campanha sem derrotas na edição deste ano e já detentor da Taça dos Invictos, o time de Mano Menezes soube jogar com a vantagem obtida na primeira partida, na Vila Belmiro, segurou o empate por 1 a 1 com o Santos e festejou a conquista diante de seus torcedores, que lotaram o Estádio do Pacaembu mais uma vez.

» Veja as fotos da festa corintiana
» Veja fotos de Corinthians x Santos
» Baixe o pôster de campeão do Corinthians
» Confira o elenco campeão paulista
» Baixe o hino do campeão Corinthians
» Envie o cartão do campeão paulista
» Comente o título do Corinthians em SP

Corinthians empata e é campeão paulista invictoClique no link para iniciar o vídeo
Corinthians empata e é campeão paulista invicto

Com treze vitórias e dez empates no Paulista, a equipe do Parque São Jorge comemora neste domingo a sua 26ª conquista de sua história, justamente no lugar onde mais costuma mandar suas partidas. Neste ano, o estádio municipal foi palco de nove triunfos e quatro empates. No entanto, esta é apenas a terceira festa de título que o clube faz no local, já que faturou as edições de 1951 e 1954 no Pacaembu, também em Paulistas.

O feito corintiano representa o fim de um jejum 37 anos no Estadual de São Paulo, que não conhece um campeão invicta desde 1972, edição faturada pelo Palmeiras. Com a conquista sem derrotas de 2009, o time alvinegro se torna o maior campeão da competição também sem tropeços, agora com cinco títulos sem ser batido em nenhuma partida. O clube da Zona Leste venceu o Paulista desta forma em 1914, 1916, 1929 e 1938, deixando para trás assim o rival alviverde, que comemorou em quatro ocasiões, enquanto o São Paulo tem somente um título invicto.

No terceiro encontro entre as equipes nesta temporada (após vitórias por 1 a 0 no Pacaembu e 3 a 1 na Vila Belmiro), o time paulistano foi pressionado durante os primeiros 45 minutos, mas soube administrar a vantagem construída na Baixada para se sagrar campeão. Aos 28min de bola rolando, depois de vez o ataque visitante perder diversas oportunidades de abrir o placar, o pequeno número de torcedores santistas que estava no Pacaembu festejou o gol marcado por Kléber Pereira em cobrança de pênalti, lance que resultou em muitas reclamações dos corintianos.

Em busca de mais dois gols para tirar o troféu do Parque São Jorge, o time de Vagner Mancini continuou insistente e ainda perdeu mais algumas chances. A pressão santista durou apenas até os 33min, quando em um dos raros contra-ataques, André Santos recebeu de Dentinho dentro da área e finalizou no canto direito de Fábio Costa para igualar o duelo.

Gols
Corinthians: André Santos, aos 34min do 1º tempo
Santos: Kléber Pereira, aos 28min do 1º tempo

Polêmicas de arbitragem
- Pênalti que deu origem ao gol do Santos, em lance que Kléber Pereira foi lançado, tentou passar pelo goleiro Felipe e caiu na área, gerando muitos protestos dos corintianos;
- "Botinadas" do zagueiro Domingos em atletas de ataque do Corinthians, que renderem muitas reclamações do elenco do time campeão. Depois de muitas faltas, o zagueiro santista enfim foi expulso no segundo tempo, assim como já havia ocorrido na segunda semifinal contra o Palmeiras

Pontos Fortes do Corinthians
- Jogadas pelas laterais e pontas dos campos, assim como ocorreu no gol de empate marcado por André Santos;
- Atuação eficiente de Felipe no primeiro tempo, quando foi bastante acionado e evitou uma diferença maior do Santos;
- Marcação exercida no segundo tempo, quando controlou as principais armas santistas e controlou a partida sem correr riscos

Ponto Forte do Santos
- Atitude demonstrada no início, quando dominou todas as ações da partida, criou diversas chances e sufocou o Corinthians

Ponto Fraco do Corinthians
- Começo apático no primeiro tempo, período em que mostrou falta de criatividade, errou muitos passes e teve trabalho para segurar o Santos

Pontos Fracos do Santos
- Erro nas finalizações no primeiro tempo, quando teve chances para abrir um placar mais elástico
- Falta de poder de reação após levar o gol e atuação apática no segundo tempo

Personagem do jogo
André Santos, do Corinthians

Esquema Tático do Corinthians
4-3-3
Felipe; Alessandro, Diego, William e André Santos (Wellington Saci); Cristian, Elias e Douglas (Fabinho); Jorge Henrique, Dentinho (Morais) e Ronaldo; técnico: Mano Menezes

Esquema Tático do Santos
4-4-2
Fábio Costa; Luizinho (Molina), Domingos, Fabiano Eller e Triguinho; Roberto Brum, Germano, Paulo Henrique (Róbson) e Madson; Neymar (Maikon Leite) e Kléber Pereira; técnico: Vagner Mancini

Cartões Amarelos
Corinthians: Felipe, Cristian, Dentinho, Douglas e Elias
Santos: Roberto Brum, Fabiano Eller, Neymar e Germano

Cartões Vermelhos
Santos: Domingos

Árbitro
Sálvio Spínola Fagundes Filho

Público
35.175 pagantes

Renda
R$ 1.894.376,00

Local
Estádio do Pacaembu, em São Paulo

Terra