4 eventos ao vivo

Jael desencanta, São Caetano bate Ituano e escapa da lanterna

21 mar 2013
21h31
atualizado às 21h55
  • separator
  • 0
  • comentários

O São Caetano contou com a sorte para vencer o Ituano por 3 a 0, nesta quinta-feira, no estádio Novelli Júnior, e finalmente deixar a ponta debaixo do Campeonato Paulista. A segunda vitória da equipe do ABC paulista veio com dois gols - um deles, o primeiro de Jael no clube - em que bolas desviadas "mataram" o goleiro Vagner.

Jael abriu o placar no início da partida, desviando a bola após chute fraco de Danielzinho - a arbitragem anotou o gol para o atacante. Eder foi o autor do segundo, arriscando de longe e contando com toque na defesa. Danielzinho matou a partida após bom lançamento de Rivaldo, que entrou bem no segundo tempo.

A vitória leva o São Caetano a nove pontos, ultrapassando a União Barbarense, que só empatou na rodada e tem dois a menos. O Azulão não vencia uma partida desde a estreia no Paulistão, mas vinha de empate com o Palmeiras. O Ituano, com 13 pontos, perde a sexta na competição e fica estacionada nas proximidades da zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o São Caetano faz duelo importantíssimo contra União Barbarense, na Toca do Leão, no domingo. O Ituano joga no mesmo dia, novamente no Novelli Júnior, contra o Oeste.

O jogo

As equipes pouco produziram no primeiro tempo, mesmo com o São Caetano abrindo o placar rapidamente. Em lance de sorte aos três minutos, a bola foi parar nas redes de Vagner, que nada pode fazer. Danielzinho chutou sem força da entrada da área e um desvio em Jael tirou o goleiro do Ituano da bola. O gol foi o primeiro de Jael pelo Azulão.

O próximo lance de emoção aconteceu aos 19min, quando a sorte voltou a ajudar o time visitante. Eder arriscou de longe com força e um toque da zaga atrapalhou Vagner pela segunda vez na partida.

Apesar das ações equilibradas, o Ituano não conseguiu criar. Quando chegou à área do São Caetano, um lance polêmico provocou muita reclamação dos jogadores. Em cruzamento para a área, a bola tocou o braço de um defensor azul e os donos da casa ficaram pedindo pênalti.

A etapa complementar começou com o São Caetano de goleiro novo - Fábio se sentiu mal e foi substituído por Juninho - e alteração no ataque do Ituano, que passou a produzir mais.

Logo aos quatro minutos, Thiago Bezerra cabeceou bem e obrigou o arqueiro Juninho a salvar com boa defesa. Pouco tempo depois, foi a vez de Luciano tentar e parar no goleiro.

O São Caetano também era perigoso e, especialmente após os 25min, passou a tomar conta do jogo. Danielzinho criou boa chance em jogada individual, mas adiantou demais a bola e permitiu a saída do gol de Vagner.

Na sequência, o veloz atacante serviu Pedro Carmona, que bateu colocado e acertou o pé de trave do Ituano.

Roberto Fonseca tentou mexer novamente no time, mas as alterações não conseguiram mudar o panorama do jogo. O São Caetano se defendeu bem e ainda conseguiu ampliar no final: Rivaldo lançou, a zaga cortou mal e Danielzinho completou para as redes com um belo toque por cima do goleiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade