Paulista Série A1

publicidade
11 de abril de 2009 • 20h01 • atualizado em 11 de Abril de 2009 às 22h49

Neymar dá vantagem ao Santos no duelo com Palmeiras

 

Kléber Pereira e Keirrison balançaram a rede, como de costume, no clássico entre Santos e Palmeiras, neste sábado, na Vila Belmiro, mas quem roubou mesmo a cena foi Neymar. Com um belo gol do camisa 7 alvinegro, no início do segundo tempo, o time da Baixada Santista venceu o duelo por 2 a 1, de virada, e ficou em vantagem na disputa por uma vaga na decisão do Campeonato Paulista.

» Fotos de Santos x Palmeiras
» ESPN: Assista ao vídeo
» Confira a lista de artilheiros
» Comente o resultado do clássico

Neymar faz golaço e Santos bate PalmeirasClique no link para iniciar o vídeo
Neymar faz golaço e Santos bate Palmeiras

Graças ao gol de Neymar, que jogou com uma fissura no pé e teve de sair de campo no segundo tempo, o Santos agora pode até empatar a partida de volta da semifinal, no próximo sábado, às 18h10 (de Brasília), no Palestra Itália, que avança à final. Ao Palmeiras resta uma vitória por qualquer placar.

Embalado pela vitória por 2 a 0 sobre o Sport, no meio de semana, pela Libertadores, o Palmeiras abriu o placar do clássico logo aos 8min do primeiro tempo, em uma bela trama no campo de ataque, quando Cleiton Xavier cruzou para Keirrison e o camisa 9 fez de cabeça, depois de um rebote de Fábio Costa.

Atrás no placar, o Santos partiu para cima do Palmeiras e deixou tudo igual na Vila Belmiro com Kléber Pereira, herói da classificação do time às semifinais. Aos 18min, Madson cobrou escanteio em direção à marca do pênalti, a defesa do Palmeiras não cortou o cruzamento e o camisa 9 finalizou de pé direito.

O segundo tempo veio e, com ele, o gol que decidiu o clássico. E de Neymar, que arriscou alguns dribles na etapa inicial, mas sem sucesso. Aos 2min, o camisa 7 recebeu a bola na entrada da área, girou sobre a zaga do Palmeiras e chutou rasteiro, no canto direito de Marcos, que ficou parado no lance.

Gols
Santos: Kléber Pereira, aos 18min do 1º tempo, e Neymar, aos 2min do 2º tempo
Palmeiras: Keirrison, aos 8min do 1º tempo

Polêmicas
- Kléber Pereira reclamou por não ter atuado contra o CSA, em Alagoas, na última quarta-feira, e gerou um mal-estar com o técnico do Santos, Vagner Mancini, às vésperas do clássico

Lances bizarros
No segundo tempo, aos 29min, Keirrison recebeu sozinho no ataque e teve a chance de fazer seu segundo gol no jogo, mas chutou torto e a bola saiu à direita de Fábio Costa

Ponto Forte do Santos
Jogadas pelas laterais e cruzamentos em direção à área

Ponto Forte do Palmeiras
Entrosamento do trio ofensivo formado por Diego Souza, Cleiton Xavier e Keirrison

Ponto Fraco do Santos
Espaço entre o meio-campo e a zaga santista

Ponto Fraco do Palmeiras
Jogadas aéreas e no mano a mano com os atacantes santistas

Personagem do jogo
Neymar, que decidiu o clássico com um belo gol no segundo tempo

Destaque negativo do jogo
Discussão entre Paulo Henrique Lima e Diego Souza, que não quis tocar a bola para fora enquanto Neymar estava caído no gramado, sentindo uma contusão no pé

Comentários sobre o jogo
"Graças a Deus (que fiz o gol no segundo tempo). Tenho que agradecer aos meus companheiros por terem acreditado em mim", do atacante Neymar, que decidiu o clássico para o Santos

"É um jogo típico de duas grandes equipes. O Santos se descuidou no começo, com o gol do Keirrison, mas como lá tem artilheiro aqui também tem", do goleiro Fábio Costa, em referência a Kléber Pereira, atacante do Santos

"O resultado a gente não esperava, mas estamos vivos, tem muita água para rolar. Tomamos um gol (de Neymar), faz parte, mas no próxiomo sábado a gente vai com tudo", do meia Diego Souza, prometendo um Palmeiras forte para a volta da semifinal

Esquema Tático Santos
4-4-2
Fábio Costa; Pará, Fabão, Astorga e Triguinho; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Paulo Henrique Lima (Robson) e Madson (Roni); Neymar (Germano) e Kléber Pereira. Técnico: Vagner Mancini

Esquema Tático Palmeiras
4-4-2
Marcos; Fabinho Capixaba (Lenny), Maurício Ramos, Danilo e Armero; Edmílson (Sandro Silva), Pierre, Cleiton Xavier e Diego Souza; Ortigoza (Marquinhos) e Keirrison. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Cartões Amarelos
Santos: Pará, Fabão, Astorga, Robson, Rodrigo Souto e Roni
Palmeiras: Pierre, Cleiton Xavier, Ortigoza, Marquinhos e Sandro Silva

Árbitro
Wilson Luiz Seneme

Público
17.763 pagantes

Terra Terra