0

Palmeiras sofre gol irregular, mas busca empate no final

21 jan 2010
22h57
atualizado em 22/1/2010 às 11h30
  • separator

Em duelo marcado por muita polêmica de arbitragem, o Palmeiras deixou escapar na noite desta quinta-feira a chance de se manter na liderança do Campeonato Paulista, no encerramento da segunda rodada do Estadual. No Estádio Prudentão, em Presidente Prudente, nova casa do Barueri, o time alviverde sofreu um gol irregular, mas mesmo assim buscou o empate por 2 a 2 com os mandantes graças ao brilho do meia Diego Souza já no final da partida.

Cinco dias depois de encantar seu torcedor na estreia, com goleada sobre o Mogi Mirim, a equipe comandada pelo técnico Muricy Ramalho teve problemas para manter a invencibilidade deste início de temporada e só se salvou com um gol marcado aos 39min do segundo tempo. Antes disso, porém, o time alviverde reclamou bastante da marcação do tento anotado por Tadeu, em clara posição de impedimento.

Após o apito final, o treinador do time da capital foi ao gramado e protestou bastante contra a atuação do árbitro Paulo César de Oliveira. Assim, com a igualdade no interior do Estado, o Barueri soma seu segundo ponto no Paulista e segue sem vencer, enquanto o Palmeiras chega aos quatro e deixa a liderança nas mãos da Portuguesa, única equipe com 100% de aproveitamento em duas rodadas.

Apesar de ceder o empate no final, o Barueri tem motivos para comemorar a estreia em sua nova casa, após não chegar a entendimentos com a prefeitura da antiga sede. Demonstrando superidade na maior parte do tempo, o time mandante carimbou a trave palmeirense três vezes mesmo apresentando muitas caras novas depois do desmanche que sofreu no final da temporada passada. Sem os destaques que surpreenderam no Campeonato Brasileiro, como Ralf, Xandão, Márcio Careca, Fernandinho, Ewerton, Thiago Humberto e Val Baiano, a equipe por pouco não decretou o primeiro tropeço alviverde no ano.

Com bastante velocidade no ataque, os mandantes precisaram de apenas sete minutos para abrir vantagem no marcador. Em lançamento preciso de Éder, Flavinho invadiu a área pelo lado direito e tocou na saída de Marcos para balançar as redes pela primeira vez na noite. Porém, mesmo sem o futebol convincente da rodada inicial, o Palmeiras chegou ao empate aos 28min, com um tiro de fora de área de Deyvid Sacconi, que contou com o desvio de Diego no meio do caminho e tirou do alcance do goleiro Márcio.

Na etapa final, a partida continuou bastante movimentada, sempre com o Barueri tomando a iniciativa. Desta forma, aos 12min, Tadeu entrou na área alviverde pelo lado esquerdo e foi derrubado por Danilo, em pênalti marcado pela arbitragem. No entanto, a infração não foi o motivo da reclamação palmeirense, e sim a sequência do lance. Na cobrança, o mesmo atacante acertou a trave de Marcos, mas aproveitou rebatida de Marcelo Oliveira para estufar as redes na segunda tentativa, já em posição adiantada.

Nos minutos finais, o Palmeiras tratou de pressionar o adversário em busca do empate que diminuiria o prejuízo em Presidente Prudente. E em uma de suas principais armas, as colas paradas, chegou no empate salvador. Em cobrança de falta pelo lado direito, Cleiton Xavier levantou com precisão e Diego Souza subiu mais que a zaga do Barueri e testou com força, tirando do alcance de Márcio e movimentando o marcador pela última vez na noite.

FICHA TÉCNICA

Barueri 2 x 2 Palmeiras

Gols
Barueri: Flavinho, aos 8min do 1º tempo, e Tadeu, aos 14min do 2º tempo
Palmeiras: Deyvid Sacconi, aos 28min do 1º tempo, e Diego Souza, aos 39min do 2º tempo

Polêmicas
- Impedimento de Tadeu não marcado no lance do segundo gol do Barueri. Após acertar a trave em cobrança de pênalti, o atacante aproveitou o rebote e concluiu para as redes, mas em posição de impedimento. Perto da jogada, o árbitro Paulo César de Oliveira validou o tento e causou indignação nos palmeirenses

Ponto Forte do Barueri
Velocidade nos contra-ataques com toques rápidos e bastante movimentação, que desestabilizaram a marcação palmeirense em alguns lances

Ponto Forte do Palmeiras
Eficiência nas bolas paradas, marca que acompanhou o time na temporada passada e se mostrou decisiva com Diego Souza para evitar a derrota no interior

Ponto Fraco do Barueri
Queda de ritmo no segundo tempo, com alguns jogadores sentindo o desgaste de início de temporada

Ponto Fraco do Palmeiras
Falhas de marcação que deram muitos espaços ao setor de criação e ao ataque do Barueri

Personagem do jogo
Diego Souza, heroi do Palmeiras ao decretar o empate no final da partida

Destaque negativo do jogo
Paulo César de Oliveira, que validou gol irregular de Tadeu, mesmo bem posicionado no lance

Esquema Tático do Barueri
4-4-2
Márcio; Eder, Daniel Marques, Diego e Jefferson; Marcelo Oliveira (Ji-Paraná), Anderson, Marcos Assunção (João Vitor) e Carlos Eduardo; Tadeu e Flavinho (Henrique Dias); técnico: Vinícius Eutrópio

Esquema Tático do Palmeiras
4-4-2
Marcos; Figueroa (Daniel), Léo, Danilo e Armero (Eduardo); Pierre, Márcio Araújo, Cleiton Xavier e Deyvid Sacconi; Diego Souza e Robert; técnico: Muricy Ramalho

Cartões Amarelos
Barueri: Tadeu e Daniel Marques
Palmeiras: Léo e Pierre

Árbitro
Paulo César de Oliveira

Local
Estádio Prudentão, em Presidente Prudente (SP)



Fonte: Terra
publicidade