2 eventos ao vivo

Santos quer Pacaembu, mas cita condição vantajosa por acordo

25 mar 2015
08h17
atualizado às 08h31
  • separator
  • comentários

O presidente do Santos, Modesto Roma Júnior, confirmou que o clube pode mesmo fazer uma parceria com a empresa que adquirir a genitiva do Estádio do Pacaembu, considerado a segunda casa alvinegra. O palco deve passar ainda neste ano do poder público para a iniciativa privada.

"Existem conversações (para uma parceria). O Santos é o grande cliente do Pacaembu e qualquer empresa que assumir vai precisar de nós como seu parceiro. Estamos dispostos, desde que existam condições vantajosas para isso. No sábado conversei com o secretário de esportes sobre jogos no Pacaembu e dizia para ele que as taxas estavam altas, que precisávamos fazer alguns acordos. Com o Pacaembu indo para a iniciativa privada, isso fica mais fácil de negociar e termos situações vantajosas para o clube. O que procuramos sempre é isso, situações vantajosas", disse o mandatário.

Ao Terra, Modesto já havia falado que o Santos faria uma "análise detalhada dos prós e contras" de adquirir o palco em definitivo sob temor de um novo "gasto desnecessário" para o clube, que vive uma das piores crises financeiras.

<p>Santos jogou três vezes no estádio em 2015, duas dela como mandante</p>
Santos jogou três vezes no estádio em 2015, duas dela como mandante
Foto: Ivan Storti / Divulgação Santos FC

A ideia do clube é assumir uma cota máxima de realizar 30% de seus jogos no estádio durante a temporada sob condições melhores de taxas. Nas duas vezes em que atuou como mandante no local este ano, diante de Linense e Pacaembu, as rendas líquidas foram negativas.

A licitação para conceder o estádio à iniciativa privada foi aberta ainda em 2013. A ideia do poder público é de também utilizar o espaço para shows e até lutas do UFC, condicionada à modificação da proibição para eventos do tipo no local, desde 2004.

Em 21 de janeiro, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, convocou empresas interessadas em assumir a gestão do local, que se candidataram, têm as suas inscrições avaliadas e trabalharão com até 90 dias para apresentarem os projetos.

Em entrevista ao Terra antes de ser eleito, Modesto citou que o Santos "perdeu o bonde da história para construir uma nova arena" e prometeu analisar a possibilidade de reformar a Vila Belmiro, dizendo que a ideia era "valorizá-la". Na ocasião, criticou, também, a inflexibilidade de assumir o Pacaembu pelo fato ser um patrimônio tombado.

"Por que assumir um estádio tombado pelo patrimônio histórico, onde não posso fazer sequer um banheiro, para administrar? É melhor alugarmos o Pacaembu, o Morumbi e outros estádios sempre que optarmos por jogar na capital", explicou.

O clube tem um histórico grande de títulos e de jogos no Pacaembu nos últimos anos. Conquistou, por exemplo, a Copa Libertadores da América de 2011, o mais importante da história recente, além do Paulista de 2010 e da Recopa Sul-Americana de 2012. Em compensação, perdeu a final do último Estadual para o Ituano no estádio.

Fonte: K.R.C.DE MELO & CIA. LTDA – ME K.R.C.DE MELO & CIA. LTDA – ME

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade