0

Solução, Lincoln pede tempo para voltar aos campos

9 fev 2010
13h03
atualizado às 13h08
  • separator
  • comentários

O Palmeiras estava atrás de meias para suprir a carência que o time tem na posição. Solução para este problema, Lincoln pediu tempo para voltar ao ritmo de jogo. "Não posso falar que vou voltar amanhã, porque pode acontecer uma lesão e eu ficar um tempo sem atuar. Mas quero muito jogar e voltar a treinar em elenco", disse o jogador, em apresentação no clube alviverde.

O meia tem 99 gols na carreira, e falou sobre a proximidade do centésimo: "confesso que fiquei surpreso quando minha assessoria me falou deste número. Uma hora, (o gol de número cem) vai ter que sair, não importa o adversário". Lincoln jogará com a camisa 99, mas afirmou que não há relação entre a numeração e seu retrospecto de gols. "Não tem nada a ver. Foi um número que eu escolhi junto com meu sobrinho", disse.

O jogador disse que, apesar da marca, ele prefere um passe a uma finalização: "o gol, para mim, não é a coisa mais importante. Importante para mim é dar assistência para gols, dar o passe. Mas se eu tiver a chance de marcar o gol, eu faço".

Sobre sua experiência na Europa, Lincoln disse que sua melhor lembrança é do Schalke 04, da Alemanha. "Vivi a melhor fase da minha carreira no Schalke. Lá, eu tinha o carinho do torcedor, que era muito exigente", afirmou. Sobre o Galatasaray, seu último clube, ele disse: "a opção de entrar em litígio com o Galatasaray foi minha. Eu que quis sair".

A possibilidade de ser ídolo do Palmeiras não é o principal objetivo do meia. "Isso demanda tempo. Não estou preocupado. Não é minha maior preocupação ser ídolo do Palmeiras. Quero dar meu melhor pelo time. Não é que eu não queira ser ídolo, mas tenho que andar passo a passo", disse.

Lincoln está próximo de alcançar seu centésimo gol
Lincoln está próximo de alcançar seu centésimo gol
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra
Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade