5 eventos ao vivo

Taça "pega" fogo em festa e assusta corintianos

3 mai 2009
18h16
atualizado às 21h27

Com a confirmação do título invicto no Campeonato Paulista, os jogadores do Corinthians iniciaram grande festa no Estádio do Pacaembu na tarde deste domingo, mas passaram um susto na entrega do troféu concedido pela Federação do Estado de São Paulo. No momento em que o capitão William erguia a taça no palco montado no gramado, um fogo atrapalhou as comemorações e por pouco não atingiu o defensor do time paulistano.

» Veja as fotos da festa corintiana
» Veja fotos de Corinthians x Santos
» Corinthians segura Santos e é campeão
» Baixe o pôster de campeão do Corinthians
» Confira o elenco campeão paulista
» Baixe o hino do campeão Corinthians
» Envie o cartão do campeão paulista
» Comente o título do Corinthians em SP

No momento em que o elenco pulava e entoava cantos da torcida alvinegra, uma imensa chama apareceu e assustou os corintianos, que tiveram que correr em meio às comemorações do público. As chamas chegaram a atingir a camisa do zagueiro William e por pouco também não chegaram ao presidente Andrés Sanchez e ao ministro dos Esportes, Orlando Silva.

"Pelo amor de Deus, pegou fogo nas costas do William, nos papéis. Não só o ministro tomou susto, como eu, o secretario (Walter Feldmann, secretário dos Esportes de São Paulo) e o estádio inteiro", disse Sanchez, logo após o susto, antes de minimizar o ocorrido. "Foi um susto, mas graças a Deus ninguém se machucou", completou.

A razão do incêndio não foi divulgada pelo clube, mas um dos motivos pode ser a grande quantidade de papéis picados que estava perto do palco. Após o susto, William pediu moderação nas comemorações para evitar novos incidentes. "Tomara que a torcida não exagere nas comemorações para que amanhã só tenhamos coisas boas para ver", ponderou o capitão.

Com o fogo controlado, o Corinthians conduziu o troféu oferecido pela FPF para dar a volta olímpica no Pacaembu. Toda a equipe creditou o título ao apoio da torcida, que não parou de cantar durante os 90 minutos. "Parabéns à comissão técnica e aos jogadores, mas o fundamental para o Corinthians foi a torcida", completou Andrés Sanchez, enquanto acenava para o público.

Com informações do Lancepress!

Fonte: Terra
publicidade