1 evento ao vivo

Após empate, Sport reclama da arbitragem e diz que foi "garfado"

25 mar 2013
13h36
atualizado às 13h39
  • separator
  • 0
  • comentários

Depois do empate decepcionante entre Sport e Ypiranga, por 2 a 2, dirigentes e jogadores do Sport culparam o árbitro Émerson Sobral pelo resultado. Para o executivo de futebol do clube, Marcos Amaral, o time foi “garfado”.

<p>Felipe Azevedo foi um dos que reclamaram da arbitragem</p>
Felipe Azevedo foi um dos que reclamaram da arbitragem
Foto: Eduardo Amorim / Brisa Comunicação e Arte - Especial para o Terra

Um dos destaques da partida, o jovem Érico Junior entrou no segundo tempo e teve participação no gol de empate. Para ele, “a maior dificuldade foi a arbitragem que não ajudou muito no meu ponto de vista”. Já o atacante Felipe Azevedo, autor do segundo gol, citou que “nesse jogo ele acabou se equivocando na falta do final, no pênalti do Hugo...”.

A falta a que o jogador se refere é um lance corriqueiro, em que o lateral-esquerdo Reinaldo parece deixar o braço para travar a passagem do adversário. Acabou ganhando destaque porque depois do cruzamento da direita, a zaga rubro-negra não conseguiu tirar a bola da área e Elivelton aproveitou o rebote para empatar a partida aos 43min do segundo tempo.

Para Marcos Amaral, a comissão de arbitragem da Federação Pernambucana de Futebol “foi desmoralizada pelo Clube Náutico Capibaribe quando eles disseram que não jogariam com a arbitragem estabelecida e foram atendidos”, durante a última semana. Ele avaliou o quadro como fraco e criticou, além de Émerson Sobral, Claudio Mercante e Nielson Nogueira.

Fonte: Brisa Comunicação e Arte - Especial para o Terra Brisa Comunicação e Arte - Especial para o Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade