0

Náutico vence e retoma vice-liderança

26 mar 2009
22h40
atualizado às 22h48

No Estádio dos Aflitos, o Náutico recebeu o Sete de Setembro, nesta quinta-feira, e teve dificuldades para vencer o duelo por 4 a 3, em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Pernambucano. O triunfo em casa faz a equipe do Náutico retomar a vice-liderança do Estadual.

» Confira a tabela completa
» Veja a classificação atualizada

O líder continua sendo o invicto Sport, que possui 16 pontos. Na próxima rodada, o Náutico vai jogar o clássico contra o Santa Cruz para alcançar a ponta.

O primeiro tempo do jogo marcou a superioridade do Náutico sobre o Sete. O time detinha as ações ofensivas do jogo e dava muito trabalho para o goleiro Mondragon. Até que aos 21min, Gilmar driblou Índio que o derrubou dentro da área. Pênalti que o próprio Gilmar bateu e converteu.

Mas o que o Náutico não esperava era com a reação instantânea do Sete de Setembro. No lance seguinte, os visitantes contaram com a estrela de Nêgo Pai, que aproveitou uma desatenção da retaguarda do time da casa e tocou com categoria para vazar Eduardo e fazer seu quinto gol no Pernambucano.

Só que o Náutico era superior tecnicamente e voltou a retomar o controle do jogo e a superioridade no placar. Aos 32min, o volante Johnny chutou forte de fora da área para desempatar e sete minutos depois, Carlinhos cobrou uma falta e ampliou para os donos da casa.

Depois de um primeiro tempo avassalador, o Náutico apenas administrou o resultado conquistado na segunda metade do jogo. Aos 15min, Sérgio China colocou o ídolo Kuki no lugar de Gilmar. A mudança não reanimou o time da casa, que sofreu mais um gol seis minutos depois.

Paulinho escapou pela lateral e cruzou para Marcelo Paraíba fazer o segundo tento do Sete de Setembro. E o que perecia impossível na primeira etapa, aconteceu. Aos 26min Renatinho chutou e empatou o jogo em 3 a 3.

Com a igualdade no placar, a partida melhorou e os dois times começaram a buscar desesperadamente o resultado positivo. Pior para Eduardo e Mondragon, que foram obrigados a trabalhar bastante.

E na disputa dos goleiros, quem se deu mal foi o arqueiro do Sete, que aos 40min, enfrentou Adriano Magrão, que recebeu na área e fez de cabeça o gol da vitória do Náutico.

Veja também:

Fonte: Gazeta Press
publicidade