0

Sidny deixa Sport e volta ao Náutico

18 mar 2009
16h13

Liberado pelo Sport para negociar uma transferência por não interessar mais ao clube, o lateral-direito Sidny não foi muito longe para achar sua nova casa. O jogador agora é atleta do Náutico, que ao lado do Santa Cruz, é o maior rival do time rubro-negro.

» Veja as últimas do Náutico
» Veja as últimas do Sport

Na semana que passou, o empresário de Sidny procurou a diretoria do Sport para saber quais eram os planos do clube para o jogador. Os dirigentes não pretendiam renovar o contrato do lateral-direito, que iria até julho deste ano, e o liberaram para negociar. Assim, Sidny foi para o Náutico, clube por qual jogou as temporadas de 2006 e 2007.

"Sidny deixou o Náutico como ídolo", afirmou Ricardo Valois, vice-presidente de futebol do clube alvirrubro. O atleta deixou a equipe em 2007 para defender o Livorno, da Itália. No clube europeu não conseguiu se firmar e retornou ao Brasil, emprestado para o Sport.

O Náutico contará com Sidny, em regime de empréstimo, durante um ano. No final deste período, o clube poderá adquirir os direitos federativos do atleta ou tentar renovar o empréstimo por mais um ano.

A contratação de Sidny foi feita se pensando no futuro. No meio deste ano o Náutico perderá o lateral-direito Ângelo, que irá se transferir para o Málaga, clube espanhol. "A oportunidade apareceu e aproveitamos logo", declarou Ricardo Valois.

Com a transferência, o jogador saiu perdendo no lado financeiro. Vai ter um salário de cerca de R$ 35 mil no Náutico, menos do que ganhava no atual campeão da Copa do Brasil.

Fonte: Gazeta Press
publicidade