0

Sport agora busca "expansão internacional" com Libertadores

19 abr 2009
17h57
atualizado às 20h05

Tudo começou no dia 11 de junho de 2008, quando o Sport ergueu pela primeira vez o troféu da Copa do Brasil ao derrotar o Corinthians na Ilha do Retiro. Assim, 21 anos depois de sua primeira participação na Copa Libertadores, a equipe pernambucana voltou a figurar no torneio mais importante das Américas.

» Fotos de Náutico x Sport
» Sport deixa Náutico e Santa Cruz na "penumbra"
» Sport segura Náutico e é tetra pernambucano
» Comente a conquista do Sport

Agora tetracampeão estadual, o time comandado por Nelsinho Baptista poderá voltar todas as suas atenções para a Libertadores, torneio em que faz uma campanha invejável, deixando alguns dos chamados grandes para trás.

Colocado no chamado "grupo da morte" ao lado de Palmeiras, Colo Colo e LDU - todos campeões da Libertadores pelo menos uma vez -, o elenco rubro-negro tenta a façanha de passar às oitavas-de-final e voltar a surpreender os que apostavam em um Sport fraco.

O clube pernambucano iniciou o torneio e não era colocado como um dos favoritos ao título, mas depois de estrear com uma vitória diante do Colo Colo em Santiago e derrotar a atual campeã LDU em casa, a equipe pernambucana abriu os olhos dos principais competidores e sonha em entrar para o seleto grupo de campeões da Libertadores.

Assim, o Sport poderá se juntar a Argentinos Juniors, Once Caldas e à própria LDU como times que entraram no torneio desacreditados e conquistaram uma invejável expansão internacional.

Fonte: Terra
publicidade