Fale conosco

 Notícias por e-mail
Carioca
Sábado, 19 de março de 2005, 17h25 
Botafogo vence e abre vantagem sobre Vasco
 
Agência Lance
Guilherme marca o gol da vitória contra o Madureira
Guilherme marca o gol da vitória contra o Madureira
 Últimas de Carioca
» RJ: polícia eleva rigor em estádios e ameaça organizadas
» CFZ vence e time de Zinho só empata no Rio
» Zinho marca em sua estréia pelo Nova Iguaçu
» Zinho estréia no Nova Iguaçu neste sábado
O Botafogo derrotou o Madureira por 2 a 1, de virada, no estádio Conselheiro Galvão, e segue na luta por uma das vagas às semifinais da Taça Rio - segundo turno do Campeonato Carioca.

Com o resultado, o Botafogo soma dez pontos e lidera momentaneamente o Grupo 1, ao lado do Volta Redonda. O Vasco, terceiro com sete pontos, precisará vencer o Flamengo no domingo para não deixar o rival escapar.

O Madureira saiu na frente aos 34min da etapa inicial, com Victor Boleta. O Botafogo empatou aos 3min do segundo tempo, com Ramon.

Aos 25min, o veterano Sorato teve a chance de marcar o segundo gol para o Madureira, mas desperdiçou a cobrança de pênalti. O Botafogo não perdoou e fez o gol da vitória quatro minutos depois com Guilherme.

O Botafogo encerra a sua participação na Taça Rio, no dia 23, contra a Cabofriense. Já o Madureira enfrenta no mesmo dia a Portuguesa, na Ilha do Governador.

Jogo

O primeiro tempo, de baixo nível técnico, foi marcado pelos passes errados das duas equipes. O Madureira foi quem chegou com mais perigo ao gol, com Victor Boleta, aos 26min.

Sorato cobrou falta em cima da barreira e, no rebote, Boleta chutou forte. Jefferson, mais uma vez o melhor jogador do Botafogo, fez grande defesa.

Mas, aos 34min, o goleiro não pôde salvar o belo chute de Boleta, no ângulo, em cobrança de falta.

No segundo tempo, com a entrada de Ricardinho no lugar de Élvis e a expulsão de Léo Fortunato, do Madureira, aos 2min, após derrubar o volante Túlio, o ritmo da partida mudou. Na cobrança de falta, o meia Ramón empatou a partida após ser beneficiado pelo desvio no zagueiro que enganou o goleiro Cléber.

Mesmo com dez jogadores, O Madureira tentava criar algumas chances e, aos 24min, Sorato poderia virar a partida. O atacante avançou sozinho pelo meio e foi derrubado na área. Na cobrança, Jefferson defendeu o pênalti.

Aos 29min, Guilherme, que voltou a ser titular nesta partida, completou um passe de Ramon e, de canela, marcou o gol da vitória do Botafogo.

"Tive apenas uma chance e fiz", disse o atacante, no final do jogo.

Ficha Técnica
Madureira 1 x 2 Botafogo
Equipes

Cléber
Ânderson do Ó
Léo Fortunato
Paulo César
Peter
Nasa

(Valdomiro)
Marco Túlio
(Thiago Xavier)
Victor Boleta
Josafá
(Fábio Costa)
Sorato

Técnico:
Gaúcho

Jefferson
César Prates
Rafael Marques
(Emerson)
Scheidt
Daniel
(Ricardinho)
Leandro Carvalho
Túlio
Élvis
(Almir)
Ramon
Alex Alves
Guilherme


Técnico:
Paulo Bonamigo

Gols

34min - 1º tempo
Victor Boleta

3min - 2 º tempo
Ramon
29min - 2 º tempo
Ramon
Cartões Amarelos
Nasa
Marco Túlio
Sorato
Rafael Marques
Scheidt
Cartão vermelho
Léo Fortunato  
Local: Conselheiro Galvão, no Rio de Janeiro
Árbitro: Ubiraci Damásio (RJ)

 
Redação Terra