Fale conosco

 Notícias por e-mail
Baiano
Domingo, 17 de abril de 2005, 18h01  Atualizada às 22h31
Vitória conquista o tetracampeonato baiano
 
Sites relacionados
No terra
» Baixe pôster e cartão dos campeões
Multimídia
Áudio e vídeo
» Maracanã explode com título do Fluminense
» Atacante sai do banco e dá tetra para o Inter
» Atlético vence Coritiba nos pênaltis e fica com o título
» Ipatinga cala o Mineirão e fica com o título
Saiba mais
» Grandes repelem as zebras nas finais dos Estaduais
» Fluminense vence nos acréscimos e é campeão
» Na prorrogação, Inter conquista o tetracampeonato
» Atlético-PR vence nos pênaltis e é campeão
» Ipatinga surpreende Cruzeiro e fica com título
» Vitória conquista o tetracampeonato baiano
» Criciúma vence Ibirama e conquista o Catarinense
» Nos pênaltis, Vila Nova quebra jejum no Goiano
» Fortaleza bate Icasa na prorrogação e é campeão
» Brasiliense goleia Gama e é bicampeão no DF
» Campeão, São Paulo encerra campanha com vitória
» Reservas de Passarella garantem vice-campeonato
» Time misto do Palmeiras empata com Guarani
» Reservas do Santos empatam em Marília
 Últimas de Baiano
» Baiano-2006 define fórmula de disputa
» Campeonato Baiano de 2006 já tem fórmula definida
» Campeonato Baiano terá dois meses a mais de duração
» Federação Bahiana muda data e local de partida
O Vitória conquistou o tetracampeonato baiano após empatar o clássico com o Bahia por 0 a 0, no estádio Manuel Barradas.

Baixe cartão do Vitória

Com o resultado, o time do técnico Renê Simões fica com o título por ter melhor campanha durante todo o campeonato (terminou de forma invicta). No primeiro jogo da final, os dois times empataram por 2 a 2.

Apesar do jogo ter terminado empatado, o Vitória mostrou superioridade durante toda a partida, encurralando o Bahia. A melhor chance do jogo foi com Leandro Domingues, do Vitória, que chutou na trave em jogada individual. Porém, o Bahia, apesar de marcar bem, não levou perigo a defesa do Vitória, permitindo o tetra do rival.

O jogo

O Vitória jogou com total tranqüilidade e segurança, pois sabia que o empate lhe favorecia e soube usar a vantagem. Foi superior nos dois tempos do jogo, e teve as melhores chances de gol.

Ainda no primeiro tempo, o Vitória colocou uma bola na trave, com Leandro Domingues, aos 41min. No início do segundo tempo, outra vez, acertou a trave, aos 2min, em chute do lateral-esquerdo Sandro.

O time dirigido por Renê Simões foi superior nos dois tempos, até mesmo quando teve um jogador expulso, aos 33min do segundo, quando Itamar, que entrara aos 31min, e recebeu o cartão vermelho.

O Bahia se manteve tímido em campo e por pouco saiu do seu campo para o ataque. Apenas, em duas jogadas chegou a colocar o gol do Vitória em risco, ambas com o meia Guaru, uma no primeiro tempo, aos 44min, e outra, no segundo, aos 9min.

O Vitória desperdiçou ainda no primeiro tempo pelo menos quatro chances de sair na frente do placar. No segundo tempo, os dois times recuaram e se fecharam na defesa. Poucas chances de gol foram criadas.

Ao Bahia restou a conquista do tricampeonato de juniores sobre o mesmo adversário, o Vitória, ao vencê-lo por 2 a 1, de virada.

Briga

Na decisão de júniores na preliminar do Barradão, uma briga envolveu todos os jogadores e paralisou o jogo por alguns minutos, após o gol de empate do Bahia.

O Vitória abriu o placar e o Bahia virou. O árbitro expulsou seis jogadores, três de cada time.

Ficha Técnica
Vitória 0 x 0 Bahia
Equipes

Felipe
Carlos Magno
Marcelo Heleno
Claudiomiro
Sandro
Xavier
Vinícius
(Itamar)
Leandro Domingues
Zé Roberto
Gilmar
(Marcelo Ramos)
Alecsandro
(Alex Alves)


Técnico:

Renê Simões

Márcio
Leonardo
Alysson
(Wellington)
Reginaldo
Paulinho
(Neto Potíguar)
Neto
Fernando Miguel
Guaru
Badé
Dill
Viola



Técnico:
Hélio dos Anjos

Cartões Amarelos
Xavier
Vinícius
Reginaldo
Fernando Miguel
Cartão vermelho
Itamar  
Local: Estádio Barradão, em Salvador
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (RS)
Público e renda: não divulgado

Com Lancepress
 

Redação Terra