Fale conosco

 Notícias por e-mail
Paulista
Domingo, 17 de abril de 2005, 18h06  Atualizada às 22h38
Reservas de Passarella garantem vice-campeonato
 
Agência Lance
Dinelson (à esq.) marcou o segundo gol do Corinthians
Dinelson (à esq.) marcou o segundo gol do Corinthians
Sites relacionados
No terra
» Baixe pôster e cartão dos campeões
Multimídia
Áudio e vídeo
» Maracanã explode com título do Fluminense
» Atacante sai do banco e dá tetra para o Inter
» Atlético vence Coritiba nos pênaltis e fica com o título
» Ipatinga cala o Mineirão e fica com o título
Saiba mais
» Grandes repelem as zebras nas finais dos Estaduais
» Fluminense vence nos acréscimos e é campeão
» Na prorrogação, Inter conquista o tetracampeonato
» Atlético-PR vence nos pênaltis e é campeão
» Ipatinga surpreende Cruzeiro e fica com título
» Vitória conquista o tetracampeonato baiano
» Criciúma vence Ibirama e conquista o Catarinense
» Nos pênaltis, Vila Nova quebra jejum no Goiano
» Fortaleza bate Icasa na prorrogação e é campeão
» Brasiliense goleia Gama e é bicampeão no DF
» Campeão, São Paulo encerra campanha com vitória
» Reservas de Passarella garantem vice-campeonato
» Time misto do Palmeiras empata com Guarani
» Reservas do Santos empatam em Marília
 Últimas de Paulista
» Finazzi cobra atrasados do América (SP)
» Julgamento do Botafogo-SP é adiado
» Francana perde e é rebaixada para a Série A-3
» Juventus goleia Matonense por 8 a 1 na Série A2
Em mais umas das experiências do técnico Daniel Passarella, os reservas do Corinthians venceram a Portuguesa santista em Santos por 3 a 0 pelo Campeonato Paulista, garantindo o vice-campeonato para o time do Parque São Jorge.

Veja fotos dos Estaduais

Desde que o campeonato foi conquistado pelo São Paulo, o técnico Daniel Passarella resolveu colocar os reservas em jogo para fazer observações. A intenção era fazer com que alguns jogadores que não forem aproveitados fossem emprestados para ganhar experiência.

Os jogadores Dinelson, Wilson e Elton estavam cotados para sair, mas depois da partida deste domingo, Passarella terá problemas para definir quem sai e quem fica. Os três jogadores tiveram participação decisiva nos três gols da equipe.

Com o resultado, o Corinthians terminou o campeonato em segundo, ao lado do Santos, com 37 pontos. Porém, o time da capital foi o vice-campeão, por ter uma vitória a mais. A Portuguesa santista, com a derrota, terminou em 13º, com 23 pontos.

Os gols da partida foram marcados por Wilson, aos 10min e Dinélson, aos 40min do primeiro tempo. Rosinei, aos 27min do segundo tempo, deu números finais a partida.

O jogo

O primeiro tempo começou disputado, principalmente no meio-de-campo, mas as equipes não conseguiam criar oportunidades concretas de gol. As jogadas do Corinthians passavam todas pelos pés de Hugo, que teve atuação importantíssima no primeiro gol corintiano.

Aos 10min, o meia recebeu o toque de Ji-Paraná e puxou o contra-ataque. Ele passou para Wilson, que chutou prensado, dentro da grande área, e a bola entrou no canto do goleiro Ronaldo que não conseguiu segurar a bola.

O meia Hugo vinha fazendo uma boa partida, mas se machucou e foi substituído por Dinelson. O jogador é dúvida para o próximo jogo do Corinthians, na quarta-feira, contra o Figueirense pela Copa do Brasil.

"Ele sentiu uma fisgada na parte posterior da coxa esquerda. É preocupante a participação dele no próximo jogo", afirmou o médico Paulo Faria, do Corinthians.

A partir daí, a Portuguesa santista começou a arriscar mais e por duas vezes conseguiu chegar com reais perigos de gol. Na primeira, aos 16min, ele se livrou da marcação e, de fora da área, tentou encobrir o goleiro Fábio Costa, que fez boa defesa.

Aos 24min, a Santista quase chegou ao empate. Depois de cobrança de escanteio, o zagueiro Jéci dominou a bola próximo da marca do pênalti e chutou para o gol. A bola bateu na trave e no rebote Marinho conseguiu aliviar.

Doze minutos depois, Rodriguinho teve nova chance. Ele recebeu bom passe na entrada da área, mas na saída do goleiro Fábio Costa chutou para fora.

Apesar do domínio da Santista, o Corinthians chegou com perigo pela segunda vez no jogo, e conseguiu marcar. Fininho deu passe milimétrico para Dinelson, que com um drible cortou o goleiro Ronaldo e o zagueiro Jéci e com o gol aberto marcou o seu segundo gol no campeonato.

No segundo tempo o jogo foi paralisado logo aos dois minutos porque a bola foi chutada para a torcida ,que não quis devolvê-la. Os jogadores da Portuguesa santista tiveram que buscar uma outra bola no vestiário.

Aos 6min, o ataque do Corinthians fez boa jogada. Rosinei tocou para Wilson que ajeitou de calcanhar para Dinelson. O meia tentou encobrir o goleiro Ronaldo, mas a bola saiu por cima do gol.

A resposta da Santista foi imediata. A bola foi lançada para Sinval que escorou para trás, Rodriguinho se livrou da marcação e chutou rasteiro, mas Fábio Costa, com a perna, fez boa defesa.

E a partir daí só deu Santista e o Corinthians limitou-se a se defender. Aos 22min Rodriguinho, sempre ele, teve mais uma chance de gol. O atacante recebeu a bola na direita da grande área e chutou cruzado, mas Fábio Costa, novamente, fez boa defesa e colocou para escanteio.

E cinco minutos mais tarde veio o castigo. O meia Elton deu bom passe para Wilson que invadiu a área e apenas rolou para Rosinei, que na linha da pequena área marcou o terceiro gol do Corinthians na partida.

Ficha Técnica
Santista 0 x 3 Corinthians
Equipes

Ronaldo
Nelsinho
Marcelo Magalhães
Jéci
Jailson
(Rodrigues)
Júlio César
Cleitão
(Édson Souza)
Alex Silva
Marcinho
Sinval
(Laécio)
Rodriguinho

Técnico:
Sérgio Guedes

Fábio Costa
Marinho
Wendel
Marcos Vinícius
Rosinei
(Fábio Ferreira)
Bruno Octavio
Ji-Paraná
Hugo
(Dinélson)
Fininho

(Élton)
Wilson

Técnico:
Daniel Passarella

Gols


10min - 1º tempo
Wilson
40min - 1º tempo
Dinélson
27min - 2º tempo
Rosinei
Cartões Amarelos
Marcelo Magalhães
Júlio César
Rosinei
Ji-Paraná
Local: Estádio Ulrico Mursa, em Santos
Árbitro: Paulo César de Oliveira (SP)
Público e renda: não divulgado

 
Redação Terra