Fale conosco

 Notícias por e-mail
Goiano
Domingo, 17 de abril de 2005, 19h20  Atualizada às 22h30
Nos pênaltis, Vila Nova quebra jejum no Goiano
 
Sites relacionados
No terra
» Baixe pôster e cartão dos campeões
Multimídia
Áudio e vídeo
» Maracanã explode com título do Fluminense
» Atacante sai do banco e dá tetra para o Inter
» Atlético vence Coritiba nos pênaltis e fica com o título
» Ipatinga cala o Mineirão e fica com o título
Saiba mais
» Grandes repelem as zebras nas finais dos Estaduais
» Fluminense vence nos acréscimos e é campeão
» Na prorrogação, Inter conquista o tetracampeonato
» Atlético-PR vence nos pênaltis e é campeão
» Ipatinga surpreende Cruzeiro e fica com título
» Vitória conquista o tetracampeonato baiano
» Criciúma vence Ibirama e conquista o Catarinense
» Nos pênaltis, Vila Nova quebra jejum no Goiano
» Fortaleza bate Icasa na prorrogação e é campeão
» Brasiliense goleia Gama e é bicampeão no DF
» Campeão, São Paulo encerra campanha com vitória
» Reservas de Passarella garantem vice-campeonato
» Time misto do Palmeiras empata com Guarani
» Reservas do Santos empatam em Marília
 Últimas de Goiano
» Vila Nova busca substituto para Édson Gaúcho
» Goiás anuncia quatro dispensas para o Brasileiro
» Goiás anuncia permanência de Péricles Chamusca
» Édson Gaúcho deixa Vila Nova após título
O Vila Nova conquistou neste domingo o 15º título estadual. Após empate por 0 a 0 no tempo regulamentar, a equipe derrotou o arqui-rival Goiás, por 3 a 1, no estádio Serra Dourada, nas cobranças de pênaltis.

Baixe cartão do Vila Nova

A partida foi decidida nas penalidades em razão de o primeiro jogo ter ficado no empate por 1 a 1, no último domingo.

O jogo só foi movimentado na primeira etapa, quando Tim, cobrando falta, criou o lance de maior perigo para o Vila Nova. O time colorado pressionou mais e ainda teve uma bola na trave, cobrada por Rodrigo Alvim.

No segundo tempo, as duas equipes, com medo de levarem o gol nos contra-ataques, pouco criaram. Aos 40min, o atacante Leonardo Manzi, do Vila, foi expulso por acertar uma cabeçada em Júlio Santos.

Nas cobranças de pênaltis, Marquinhos Paraná, Vitor e Rodrigo Alvim marcaram para o Vila Nova, enquanto Rodrigo Tabata converteu a cobrança verde. Aldrovani, Júlio Santos e Edmilson desperdiçaram para o Goiás.

Vice-campeão em 2004, após perder para o Crac, o Vila Nova não conquistava o título estadual desde 2001.
 

Redação Terra