Fale conosco

 Notícias por e-mail
Mineiro
Domingo, 17 de abril de 2005, 19h17  Atualizada às 20h02
Torcida do Cruzeiro: "Vergonha, time sem vergonha"
 
 Últimas de Mineiro
» Ipatinga e América decidem vaga na final do Mineiro
» Amaral se recupera e deve jogar a estréia
» Sem jogos oficiais, América-MG disputa amistoso
» Destaque do sub-17 pode reforçar o Atlético-MG
Com mais de 44 mil torcedores no Mineirão, ninguém duvidava que a torcida celeste iria gritar muito durante todo o jogo decisivo do Campeonato Mineiro entre Ipatinga e Cruzeiro.

Entretanto, nem os mais otimistas adversários do Cruzeiro acreditavam que a torcida iria vaiar o próprio time, em casa, na última partida do Estadual 2005.

No primeiro tempo, mesmo com o placar favorável ao Ipatinga, a torcida continuou incentivando o Cruzeiro. Os torcedores tinham a esperança que, depois do intervalo, o time voltasse em campo e invertesse o resultado.

No segundo tempo, decepcionada com a equipe que retornou dos vestiários, a torcida perdeu a paciência e já aos 26min passou a xingar o Cruzeiro.

"Vergonha, vergonha, time sem vergonha", gritavam os torcedores.

Na confusão, nem o técnico do Cruzeiro foi perdoado pela massa cruzeirense. Os torcedores gritavam o nome do treinador, mesclavam a esse nome a palavra vice, e pediam que o técnico voltasse para o sul do Brasil.

O gol do atacante Fred, artilheiro do Estadual com 13 gols, amenizou a ira dos torcedores. Mas, terminada a partida, novamente os torcedores descontaram a raiva pela perda do tricampeonato no time azul.

Os principais alvos foram o técnico, o lateral-esquerdo Athirson e o vice-presidente do clube, Zezé Perrella.

Perrella

Depois do Cruzeiro ter perdido o título mineiro para o Ipatinga, no Mineirão, em derrota por 2 a 1, o vice-presidente do Cruzeiro, Zezé Perrela, elogiou o técnico Levir Culpi e garantiu que o treinador permanece no comando do grupo, independente dos resultados.

"Levir é o melhor técnico do Brasil. E de forma nenhuma vai ser demitido", declarou o dirigente em entrevista à Rádio Itatiaia, de Belo Horizonte.

Para Zezé Perrella, Levir Culpi, juntamente com Vanderlei Luxemburgo e Luiz Felipe Scolari, são os principais e mais premiados treinadores no país.
 

Lancepress!