Fale conosco

 Notícias por e-mail
Carioca
Domingo, 17 de abril de 2005, 22h57 
Abel opta pelo silêncio após a conquista do Flu
 
Sites relacionados
No terra
» Baixe pôster e cartão dos campeões
Multimídia
Áudio e vídeo
» Maracanã explode com título do Fluminense
» Atacante sai do banco e dá tetra para o Inter
» Atlético vence Coritiba nos pênaltis e fica com o título
» Ipatinga cala o Mineirão e fica com o título
Saiba mais
» Grandes repelem as zebras nas finais dos Estaduais
» Fluminense vence nos acréscimos e é campeão
» Na prorrogação, Inter conquista o tetracampeonato
» Atlético-PR vence nos pênaltis e é campeão
» Ipatinga surpreende Cruzeiro e fica com título
» Vitória conquista o tetracampeonato baiano
» Criciúma vence Ibirama e conquista o Catarinense
» Nos pênaltis, Vila Nova quebra jejum no Goiano
» Fortaleza bate Icasa na prorrogação e é campeão
» Brasiliense goleia Gama e é bicampeão no DF
» Campeão, São Paulo encerra campanha com vitória
» Reservas de Passarella garantem vice-campeonato
» Time misto do Palmeiras empata com Guarani
» Reservas do Santos empatam em Marília
 Últimas de Carioca
» RJ: polícia eleva rigor em estádios e ameaça organizadas
» CFZ vence e time de Zinho só empata no Rio
» Zinho marca em sua estréia pelo Nova Iguaçu
» Zinho estréia no Nova Iguaçu neste sábado
O técnico Abel Braga, do Fluminense, não permaneceu no Maracanã após o jogo, para dar entrevistas. Esse foi o segundo título carioca consecutivo do treinador, que foi campeão na última temporada pelo Flamengo.

Ao fim do jogo, Abel Braga correu para o vestiário, e quando perguntado sobre o título apenas justificou: "Vou embora porque se não eu vou falar muita besteira".

Já Dário Lourenço culpou o árbitro pela derrota chamando a atenção para as falhas de Edílson Soares da Silva. Segundo o treinador do Volta Redonda, o clube da Cidade do Aço deveria ter vetado a sua escalação para a partida.

"Pagamos o preço por termos deixado ele apitar. O primeiro gol do Fluminense aconteceu depois de uma falta no goleiro. Tivemos um jogador expulso num lance em que nem falta houve e sofremos um outro gol porque o árbitro deixou a jogada seguir sem considerar o impedimento assinalado pelo bandeirinha", esbravejou Dário.

O treinador do Volta ainda reclamou sobre a atitude do Fluminense, ao tentar contratar o goleiro Lugão e o lateral Schneider, o que poderia ter desestabilizado os jogadores.

O técnico comentou também sobre a possibilidade de assumir o Flamengo no Campeonato Brasileiro. O time rubro-negro demitiu na última semana o treinador Cuca.

"O Flamengo é uma potência. Se acontecer uma proposta, o que até agora não houve, e as condições fossem satisfatórias, tudo bem. Mas, no momento, quero esfriar um pouco a cabeça porque foi um campeonato desgastante. Se continuar no Volta Redonda, tenho projetos para a Série C, inclusive em termos de renovação do elenco, porque muitos vão sair", concluiu.
 

JB Online