Boletim
Receba as últimas notícias em seu email
Fale Conosco
Mande suas críticas e sugestões. Participe!
Paulista
Segunda, 16 de janeiro de 2006, 14h21  Atualizada às 15h06
Estréia do Santos não foi decisiva para dispensas, diz Luxemburgo
 
 Últimas de Paulista
» Barueri goleia e leva o título da Série A-2
» Rio Claro e Sertãozinho se classificam para A-1
» Barueri e Guaratinguetá sobem para a A1 do Paulista
» Vice-campeão, São Paulo domina seleção do Paulista
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O técnico Vanderlei Luxemburgo pouco falou sobre a vitória do Santos sobre o Mogi Mirim após a partida, no último domingo. O assunto da vez era a dispensa dos jogadores Giovanni, Cláudio Pitbull e Luizão, ocorrida no dia anterior.

"Eu prefiro trabalhar com outros jogadores. Conversei com eles e passei a minha decisão", revelou o treinador. Ele negou que o empate por 1 a 1 com o São Bento, na estréia, tenha sido o teste final para o trio.

"A estréia não foi uma última avaliação. Os jogadores estavam aqui, contratados pelo Santos, e tinham que jogar. Eu não podia deixar o clube em prejuízo na primeira rodada, mas agora tive que tomar esta decisão pelos jogadores", explicou.

Luxemburgo lembrou que a escalação dos atletas na rodada de abertura do Campeonato Paulista não comprometeu o futuro deles na temporada. Caso tivessem atuado em três partidas, estariam impedidos de defender outra equipe na competição.

"Se eles não faziam parte dos meus planos na parte técnica, eu também não podia fechar as portas para ninguém. É um ponto bom que eles têm, podem jogar nesse Campeonato Paulista", acrescentou.
 

JB Online