Boletim
Receba as últimas notícias em seu email
Fale Conosco
Mande suas críticas e sugestões. Participe!
Paulista
Quarta, 29 de março de 2006, 09h56  Atualizada às 10h07
Ademar Braga é efetivado no Corinthians
 
 Últimas de Paulista
» Barueri goleia e leva o título da Série A-2
» Rio Claro e Sertãozinho se classificam para A-1
» Barueri e Guaratinguetá sobem para a A1 do Paulista
» Vice-campeão, São Paulo domina seleção do Paulista
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O técnico até então interino Ademar Braga foi efetivado no comando do Corinthians. A decisão foi tomada em uma reunião realizada na noite de ontem, entre dirigentes da MSI e do clube.

Opine: você acha que a efetivação foi a melhor solução?

De acordo com nota oficial publicada no site do Corinthians, "sua vasta experiência no futebol, seu conhecimento sobre o elenco e o bom trabalho realizado desde sua chegada ao Corinthians em setembro do ano passado até os dias de hoje o credenciaram para assumir esse posto."

Ontem, Braga já admitia a possibilidade de ser efetivado e manifestava o desejo de não retornar à função de preparador físico.

"Quem tem que avaliar meu trabalho é a torcida e a diretoria. Sou funcionário do clube, se me propuserem trabalhar como técnico, eu trabalho. Só não quero voltar a ser preparador físico", afirmou.

Braga assumiu de forma interina a equipe após a saída de Antônio Lopes, que pediu demissão depois da derrota para o São Paulo por 2 a 1.

Com uma equipe reserva, o ex-auxiliar perdeu em sua estréia para o América-SP, em São José do Rio Preto, por 2 a 1, mas se recuperou na vitória sobre o Tigres por 1 a 0, no Pacaembu, pela Copa Libertadores.

Na última rodada, o Corinthians empatou o clássico contra o Palmeiras por 1 a 1, no Morumbi, em um jogo marcado pela polêmica anulação do gol do argentino Carlos Tevez.

Durante a fase interina de Braga, a diretoria do MSI tentou a contratação de Paulo Autuori, do Kashima Antlers, mas o ex-treinador do São Paulo se recusou a quebrar o contrato com o clube japonês.

Na última semana, Paulo César Gusmão teria sido procurado pela diretoria corintiana, mas não houve confirmação oficial sobre o interesse no treinador do Cruzeiro.

Sem nomes fortes disponíveis no mercado, a diretoria decidiu repetir a aposta do ano passado, quando efetivou Márcio Bittencourt após a demissão de Daniel Passarella.
 

Redação Terra