Gaúcho

Gaúcho

Sexta, 20 de abril de 2007, 22h33 

Grêmio goleia e se garante na final do Gaúcho

Site oficial do Grêmio/Divulgação

Jogadores do Grêmio comemoram gol na vitória sobre o Caxias
Busca
Saiba mais na Internet sobre:
Busque outras notícias no Terra:

O Grêmio goleou o Caxias por 4 a 0, nesta sexta-feira, no Estádio Olímpico, conseguiu reverter a derrota sofrida no primeiro jogo das semifinais do Gaúcho e garantiu sua vaga na decisão.

» Confira a tabela
» Veja os artilheiros
» Comente o resultado

» Veja as últimas do Grêmio

O resultado trouxe bastante ânimo ao time tricolor, que na terça-feira volta a campo, mas para decidir sua classificação para as oitavas-de-final da Libertadores, diante do Cerro Porteño.

Agora, o Grêmio aguarda o vencedor do confronto entre Juventude e Veranópolis para saber quem irá enfrentar na decisão do Gaúcho.

O Grêmio começou a partida em alta velocidade. Marcando o time do Caxias sob pressão, a equipe tricolor contava com apoio maciço da torcida nas arquibancadas para atacar o adversário.

A primeira boa chance do Grêmio saiu aos 9min, quando Diego Souza chutou muito forte em cobrança de falta pela intermediária, Ricardo espalmou e Carlos Eduardo bateu para fora na sobra.

Dominando o jogo, o Grêmio conseguiu abrir o placar aos 13min. Patrício dominou pelo lado direito da área, cortou para o meio e bateu. A bola desviou na zaga e passou pelo goleiro Ricardo. Tuta ainda tentou tocar para as redes, mas ela ultrapassou a linha antes.

A pressão continuou. Cinco minutos depois, Carlos Eduardo arrancou pela esquerda, cruzou e Tuta perdeu uma chance incrível ao acertar a trave. Na sobra, Lucas roubou a bola, tabelou com Tcheco e devolveu para o meia ampliar.

Apesar dos gols, a torcida do Grêmio levou um susto aos 24min, quando Lucas sentiu dores na perna e teve de ser substituído. Para a alegria dos torcedores, Sandro entrou em campo e manteve o ritmo do time na partida.

O Grêmio manteve a forte marcação na saída de bola da equipe visitante, que não conseguia ultrapassar a linha que divide o campo. O time tricolor criou boas chances de gol e conseguiu chegar ao terceiro tento.

Aos 41min, após bola levantada na área do Caxias, Diego Souza subiu bem, cabeceou e encobriu o goleiro Ricardo, garantindo o placar de 3 a 0 para o Grêmio no primeiro tempo. Apático, o Caxias não deu um chute a gol sequer na etapa inicial.

O segundo tempo veio e o Grêmio logo buscou o quarto gol, que lhe garantiria a classificação direta para a final do Gaúcho, já que o 3 a 0 levaria a decisão para os pênaltis.

Com um minuto de jogo, o Lúcio bateu de longe e Ricardo espalmou, Tcheco chutou no rebote, mas o goleiro do Caxias segurou e conseguiu evitar o quarto gol gremista na partida.

Se no primeiro tempo o Caxias optou por ficar na defesa, no segundo a equipe foi mais ousada. Aos 2min, Eduardo arrancou pela direita em contra-ataque, invadiu a área, mas parou no goleiro argentino Saja.

Mesmo assim, o Grêmio seguiu buscando o gol. Aos 9min, Lúcio fez o cruzamento do lado esquerdo do campo e Tuta se antecipa ao marcador do Caxias, mas desviou por cima do travessão.

Mesmo não imprimindo o ritmo intenso da etapa inicial, o Grêmio se manteve no campo de ataque, em busca do gol que lhe garantiria a classificação direta para a decisão. Após algumas chances desperdiçadas, ele veio aos 23min.

Na jogada, o volante Sandro levantou com precisão para a área e Tuta marcou de cabeça, ampliando a vantagem do Grêmio excluindo a possibilidade de o confronto ser decidido em cobranças de pênalti.

O Grêmio quase marcou um golaço aos 34min, quando o volante Sandro chutou do meio-de-campo e acertou o travessão do goleiro Ricardo, arrancando suspiros nas arquibancadas do Olímpico.

Mesmo se garantindo na decisão do Gaúcho, o Grêmio se manteve no campo de ataque. O time desperdiçou algumas chances, mas soube administrar o resultado favorável e se classificou para a final.

Ficha Técnica
Grêmio 4 x 0 Caxias
Equipes
Saja
Patrício
Teco
William
Lúcio
Nunes
Lucas
(Sandro)
Diego Souza
(William Magrão)
Tcheco
Carlos Eduardo
(Ramón)
Tuta

Técnico:
Mano Menezes
Ricardo
Thiago Machado
Michel
Heverton
Jonathas
(Endrigo)
William
Jorge Luiz
(Washington)
Oliveira
Juninho
Jajá
(Eduardo)
Lima

Técnico:
Edson Gaúcho
Gols
13min - 1° tempo
Patrício
18min - 1° tempo
Tcheco
41min - 1° tempo
Diego Souza
23min - 2° tempo
Tuta
 
Cartões amarelos
Tcheco Heverton
Endrigo
Jajá
Eduardo
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Leonardo Gaciba (RS)
Público e renda : 24.700 pagantes / R$ 255.045,00

Redação Terra