Rio de Janeiro

› Esportes › Futebol › Estaduais 2008 › Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

Terça, 29 de janeiro de 2008, 16h07

Negociação do Botafogo com goleiro Eduardo complica

A indefinição acerca da contratação do goleiro Eduardo, atualmente no Náutico, pelo Botafogo, aumentou nesta terça-feira. Em entrevista à Rádio Bandeirantes na última segunda, o jogador disse que tudo estava acertado com o clube alvinegro. Depois, a negociação ficou complicada.

» Veja as últimas do Botafogo
» Veja as últimas do Náutico

O Botafogo havia afirmado que o clube pernambucano estava pedindo uma quantia de R$ 100 mil para liberar o goleiro, que vem sendo titular no Campeonato Pernambucano. No entanto, o colaborador da diretoria do clube carioca, Ricardo Rotenberg, revelou que há uma cláusula no contrato de Eduardo que o libera em caso de proposta de um clube de um grande centro do país.

"Por ser um carioca, elogiado por Cuca, Eduardo manifestou a vontade de se transferir e nos disse que não seria difícil conseguir a liberação, já que existia essa cláusula. Agora, retornamos a nossa posição inicial que é de pedir ao Eduardo que ele mesmo faça a negociação com Náutico. Vamos aguardar", explica Rotenberg à Rádio Bandeirnantes.

O presidente do Náutico, Maurício Cardoso, criticou a atitude do time carioca de ter entrado em contato diretamente com o jogador sem antes comunicar o clube. Além disso, o dirigente pernambucano ressaltou que não há chance de acordo com o Botafogo, já que Eduardo disse que não pensa em deixar o Náutico.

"Ele tem contrato por mais dois anos com o Náutico e o atleta decidiu permanecer em Recife e cumprir seu contrato. Ele decidiu rever essa situação e ficar no Náutico. Não pode haver acordo com o Botafogo porque não temos o interesse de que Eduardo deixe o Náutico, ele reconhece a importância do clube em sua carreira", disse Cardoso também a Bandeirantes.

Lancepress!

Busque outras notícias no Terra