0

Estônia comete gafe e "inventa" jogador brasileiro

11 ago 2009
17h01
atualizado às 18h06

A Federação Estoniana de Futebol cometeu mais uma gafe relacionada ao amistoso desta quarta-feira contra o Brasil que comemora o centenário da entidade. A partida acontece às 14h15 (de Brasília) na Le Coq Arena, na capital Tallinn.

» Veja fotos do treino da Seleção
» Seleção encara desconhecido e ignora Argentina
» No menor estádio da era Dunga, ingressos encalham
» Machucado, Ramires desfalca Seleção na Estônia
» Brasileiros têm praia, samba e churrasco na Estônia
» Dunga diz que amistoso na Estônia será "festa grega"

Na revista promocional que será distribuída aos jornalistas e torcedores antes do jogo, os europeus simplesmente inventaram um jogador brasileiro. Cesar aparece com o número 2 ocupando a lateral direita da Seleção.

Maicon, o verdadeiro dono da posição, foi "deslocado" para a esquerda e "roubou" a camisa 3 do capitão Lúcio. André Santos, titular no setor, nem sequer foi mencionado. Na zaga, Juan também não aparece e cede lugar a Luisão.

E os erros não estão apenas na escalação da Seleção Brasileira. A própria equipe da Estônia está desfigurada. O goleiro Poom aparece com a camisa 1, mas ele pendurou as chuteiras e as luvas depois do último amistoso do time diante de Portugal em junho.

Antes do erro na revista, a federação estoniana já havia se equivocado ao "vender" o amistoso fazendo associação a Ronaldinho, que não é convocado por Dunga desde março. A imagem do jogador do Milan está no aeroporto de Tallinn e nos principais pontos comerciais da cidade.

Estonianos cometem gafe com a Seleção Brasileira
Estonianos cometem gafe com a Seleção Brasileira
Foto: Renato Pazikas / Terra
Fonte: Terra
publicidade