ManagerZone
Crie seu próprio time de futebol
Administre uma equipe e desafie seu amigos na Internet!
Leia mais

Italiano
Quinta, 22 de março de 2007, 13h08 
Ronaldo se diz apaixonado pelo Milan
 
 Últimas de Italiano
» Milan decide futuro de Kaká na segunda-feira
» Crise do Milan se agrava com derrota para o Sampdoria
» Técnico do Milan descarta mais contratações para a temporada
» Técnico do Milan descarta mais contratações para a temporada
Busca
Busque outras notícias no Terra:

O atacante Ronaldo disse hoje que está "cada vez mais apaixonado" pelo Milan e está feliz por ter escolhido prosseguir com sua carreira nesse clube, depois da experiência no Real Madrid, que segundo ele, foi "frustrante" na sua última fase. A informação é da Agência Ansa.

» Atacante poderia trocar Barcelona por Manchester
» Barcelona tenta renovar com Ronaldinho
» Kaká não me deixa louco, diz Messi

"Aqui finalmente me sinto feliz e calmo, este clube me surpreendeu em vários pontos, por sua organização, a concentração em Milanello que é de vanguarda e pelo espírito que reina em todos os seus integrantes", disse.

Em uma entrevista que concedeu ao canal Milan Channel, Ronaldo reconheceu que ainda não está em sua plena forma física e atribui isso ao fato de que, até janeiro, jogava no Real Madrid.

"Estou trabalhando muito, mas não é fácil chegar ao melhor condicionamento físico e futebolístico em poucas semanas, depois de ter ficado praticamente inativo durante muito tempo", disse.

Na sua opinião, os resultados estão próximos e serão alcançados no jogo que, em dez dias, o Milan fará contra a Roma no Estádio Olímpico.

"Para mim, é um jogo que tem um sabor especial, quero marcar um gol e algo me diz que vou conseguir, com meus companheiros eu brinco e digo que marco ou me quebro de novo", brinca o craque.

Assim ele se referiu a grave lesão que sofreu em 2001 justamente no estádio romano, quando jogava pela Inter e ficou fora dos campos por um ano.

Também no Olímpico experimentou o que continua defendendo como a "maior frustração" de sua carreira, ter jogado contra a Lazio na partida decisiva pela última rodada da Liga Italiana 2001-02, que significou para a Inter a perda de um "scudetto" que estava praticamente assegurado.

"Irei a Roma com tudo isso bem gravado na minha cabeça mas com a consciência de que é algo do passado, meu presente é o Milan e sua necessidade de vencer para aspirar uma colocação que nos permita disputar a Liga dos Campeões", conclui.
 

Redação Terra