3 eventos ao vivo

Fifa nega irregularidades na premiação de melhor técnico do mundo

20 mar 2013
12h40
atualizado às 14h08
  • separator
  • 0
  • comentários

A Fifa negou nesta quarta-feira qualquer irregularidade na votação do Prêmio Bola de Ouro 2013 de melhor técnico, um dia depois das denúncias do técnico português José Mourinho, do Real Madrid.

<p>Jos&eacute; Mourinho insinuou fraude na elei&ccedil;&atilde;o da Fifa</p>
José Mourinho insinuou fraude na eleição da Fifa
Foto: Reuters

Em breve comunicado enviado à agência portuguesa Lusa, a entidade máxima do futebol mundial garante que a "lista de votos é precisa", assegurando que o processo foi limpo, e completando que não houve privilégios ao vencedor, o espanhol Vicente del Bosque, da seleção de seu país, em detrimento a Mourinho.

Em entrevista ao canal público português RTP, José Mourinho denunciou irregularidades na escolha. "Claro que (não ir à cerimônia) foi a decisão correta. Quando várias pessoas me ligaram para dizer 'eu votei em você' e o voto apareceu para outro, eu decidi não ir", afirmou.

O técnico do Real Madrid, que na época justificou a ausência dizendo que estava focado em preparar o time para o jogo contra o Celta de Vigo, pela Copa do Rei, foi, assim como Josep Guardiola, derrotado por Vicente del Bosque, da seleção espanhola.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade