0

Futsal brasileiro em busca do hetpa na Tailândia

31 out 2012
18h28

A seleção brasileira de Futsal inicia nesta quinta-feira na Tailândia sua campanha em busca do seu sétimo título mundial (o quinto desde que a competição passou a ser organizada pela Fifa, em 1989) e terá como grande rival a bicampeã Espanha, que venceu em 2000 e 2004.

O Brasil levantou o troféu em 1982, 1985, 1989, 1992, 1996 e na última edição, que disputou em casa em 2008. Na final, realizada no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, o time verde-amarelo superou os espanhóis nos pênalis, após o empate em 2 a 2 no tempo normal e na prorrogação.

Brasil e Espanha, que venceram todas as seis edições organizadas pela Fifa (quatro para o Brasil e duas para a Espanha) são novamente os dois grandes favoritos, mas Itália, Portugal, Argentina e Rússia têm potencial para tentar ameaçar esta hegemonia.

A seleção brasileira precisa reafirmar sua tradição após a decepção do torneio classificatório, que disputou em casa em abril, ficando apenas na terceira posição, deixando a vitória final com a Argentina, que superou o Paraguai na decisão.

Esta será a primeira Copa do Mundo da história com 24 equipes (quatro a mais do que em 2008), divididas em seis grupos de quatro. Os dois primeiros de cada chave se classificam para as oitavas de final, assim como os quatro melhores terceiros colocados.

O Brasil integra o grupo C e terá como principal adversário Portugal, além de enfrentar o Japão, atual campeão asiático, e a Líbia.

"A Espanha, que tem jogadores maravilhosos e uma grande comissão técnica, é uma das melhores equipes do mundo. É sem dúvidas uma das grandes favoritas, junto com a Rússia. Mas não podemos subestimar Irã, Itália, Argentina, Paraguai e Portugal, que vamos enfrentar na primeira fase", explicou o técnico da seleção brasileira, Marcos Sorato, em entrevista ao site da Fifa.

Esta será a última Copa do Mundo do ala Falcão, de 35 anos, considerado por muitos o melhor jogador de todos os tempos na modalidade. Ele só precisa marcar mais nove gols para se tornar artilheiro absoluto das Copas do Mundo.

Já a Espanha terá um grupo a princípio mais fácil do que o Brasil, com Marrocos, Irã e Panamá.

"Se levarmos em conta o passado, Brasil e Espanha são sem dúvida os grandes favoritos. No entanto, há outras equipes que vão dar muito trabalho. A Rússia é uma das equipes mais perigosas do torneio, e Itália, Portugal, Argentina e Japão também podem surpreender", declarou Kike, que disputa sua quarta Copa do Mundo com a 'Fúria'.

Os jogos acontecerão em duas cidades da Tailândia, a capital Bangcoc e Nakhon Ratchasima, que recebe nesta quinta-feira o primeiro jogo de estreia do Brasil, contra a seleção japonesa.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade