0

Gol de pênalti no último lance dá a vitória ao Timão contra o Coritiba

18 ago 2013
17h58
atualizado às 18h06

Num jogo truncado, marcado por poucas chances de gol e muita marcação, o Corinthians ganhou do Coritiba no último lance, com gol de pênalti de Guerrero. A marcação da penalidade, por parte de Pericles Bassols Pegado Cortez (RJ), irritou os jogadores do Coxa, que reclamaram bastante após o apito final. Três pontos que colocam o Timão entre os primeiros colocados, na busca do líder Botafogo, e que mantém os paranaenses entre os melhores do Brasileirão.

Os primeiros 45 minutos foram mais brigados do que todos pensavam, já que a equipe de Curitiba não tinha seus principais jogadores (Alex e Deivid, lesionados). A marcação forte de Corinthians e Coritiba foi a responsável pelas poucas chances de gol.

Os goleiros, até por isso, trabalharam mais em bolas chutadas fora da área. Foi assim que Gil deu trabalho a Cássio aos 7 min, assim como fez Junior Urso aos 20 min e, do outro lado, Renato Augusto fez diante do bom goleiro vanderlei, aos 36 min. A exceção ficou por conta de uma cabeçada de Alexandre Pato que, depois de uma cobrança de falta, fez o arqueiro do Coxa sofrer.

Os meias e atacantes do Timão não conseguiram criar. Assim como os homens ofensivos do Coxa, que não conseguiram passar pela melhor defesa do campeonato. A igualdade no placar, sem gols, não foi comemorada por nenhum dos lados na descida para os vestiários. Mas também não houve reclamação diante de tanta eficiência defensiva.

- Está difícil entrar no meio da zaga deles. Talvez, o melhor seria chutar mais de longe - afirmou o corintiano Ralf.

- Nossa equipe está marcando muito bem porque está concentrada. Muito concentrada mesmo - elogiou o paranaense Vanderlei.

Para a segunda etapa, Tite e Marquinhos Santos mantiveram os mesmos jogadores em campo. E o panorama não se alterou, mas com o Coxa melhor posicionado e chegando com mais perigo. Aos 9 minutos, Arthur foi acionado e, cara a cara com Cássio, obrigou o goleiro corintiano a fazer uma ótima defesa.

A resposta do Timão foi rápida e tão perigosa quanto. Após bom cruzamento de Fábio Santos, pela esquerda, Alexandre Pato errou o chute e a bola foi por cima do travessão. Depois desse início com boas chances, o ritmo diminuiu.

Ciente de que o empate não seria um bom resultado, Tite resolveu mexer na equipe. Em menos de cinco minutos, saíram Emerson, Pato e Renato Augusto, entrando Romarinho, Guerrero e Douglas. A busca, claro, por mais criatividade ofensiva. O Coritiba, por sua vez, mantinha o panorama de sempre, já que o resultado de empate seria um bom resultado.

A partida continuou sem emoção até os 40 min, quando Gil cabeceou uma bola para uma defesaça dw Wanderlei. O jogo caminhava para o resultado sem gols, mas árbitro Pericles Bassols Pegado Cortez (RJ) viu pênalti num tranco de Lucas Claro em Danilo. Guerrero bateu, não dei chances ao goleiro do Coxa e o Timáo, enfim, abriu o placar. Vitória sofrida do Timão, que o deixa entre os melhores do campeonato.

O Corinthians, que segue como a melhor defesa da competição com apenas xxx gols sofridos, voltará a campo na quarta-feira contra o Luverdense, em Lucas do Rio Verde-MT, pela Copa do Brasil. O Coritiba joga apenas no sábado, em Criciúma, pelo Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 x 0 CORITIBA

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)

Data e hora: 18/8/2013, às 16h

Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (RJ)

Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC) e Nadine Schramm (SC)

Público e renda: 31.519 pagantes (33.545 no total) / R$ R$ 1.060.923,00

Cartões Amarelos: Emerson (COR); Bill e Diogo (COT)

Gols: Guerrero, aos 45'/2ºT (1-0)

CORINTHIANS: Cássio; Edenilson, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf e Ibson; Renato Augusto (Douglas - 21'/2ºT), Danilo e Emerson (Romarinho - 11'/2ºT); Alexandre Pato (Guerrero - 17'/2ºT). Técnico: Tite.

CORITIBA: Wanderley; Victor Ferraz, Lucas Claro, Chico e Diogo; Junior Urso, Gil, Botinelli e Robinho; Arthur (Zé Rafael - 33'/2ºT) e Bill (Julio Cesar - 15'/2ºT). Técnico: Marquinhos Santos

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade