6 eventos ao vivo

Gomez faz desabafo após ausência em lista: ‘Pior ano da carreira’

8 mai 2014
13h50

A ausência de Mario Gomez na lista dos 30 jogadores pré-convocados para a Copa do Mundo pela Alemanha foi o grande destaque do anúncio feito por Joachim Löw nesta quarta-feira. De fora, o atacante lamentou não poder disputar o Mundial e afirmou ser esse o pior momento de sua carreira, em um longo desabafo publicado em uma rede social.

"Depois de perder o Campeonato Italiano e a final da Copa da Itália, agora estou fora da Copa do Mundo. A lista do técnico para o Mundial doeu muito. Até pouco tempo achava que me recuperaria à tempo. Infelizmente, a lesão (no joelho) voltou a aparecer e não consegui. A pior temporada da minha carreira terminou com outra derrota", afirmou em sua conta no Facebook.

O jogador da Fiorentina tem convivido com seguidas lesões no joelho nesta temporada, a primeira na Itália, após deixar o Bayern de Munique em 2013. O artilheiro disputou apenas nove jogos no Campeonato Italiano e desfalcou a equipe na final da Copa da Itália, no último sábado, vencida pelo Napoli, mas mantinha expectativa de figurar na lista de Löw.

"Quase sete meses parado com lesão no joelho é demais. Isso me irrita, muito! Sei que se trata de esporte e é uma derrota pessoal. Mas não iria quebrar o recorde de gols Ronaldo ou a marca de Miroslav (Klose). Torço muito por ele. Faça, Miro! Mantenho também meus dedos cruzados, de todo coração, para que os meninos consigam o troféu", desejou Gomez.

O atacante fez referência ao fato de que Miroslav Klose, seu provável substituto no ataque da Alemanha, está a um gol de alcançar a marca de Ronaldo como o maior artilheiro da história das Copas do Mundo. Atualmente, o brasileiro soma 15, contra 14 do alemão.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade